Centro de Estudos de História Religiosa
Pagina Inicial
Início | Voltar | Imprimir

Investigadores

Atividades de investigadores do CEHR

Referencia-se nesta página uma relação de atividades públicas de divulgação científica realizadas por investigadores, membros ou colaboradores do CEHR-UCP. Esta relação é construída a partir da informação recebida no secretariado do CEHR-UCP e as atividades referenciadas não lhe estão necessariamente associadas.


2019

Setembro

  • 20 de setembro, na UCP-Lisboa, João Eleutério e Alfredo Teixeira intervieram na Sessão de Abertura do Ano Académico da Faculdade de Teologia, que incluiu a apresentação do documentário da autoria de Henrique Manuel Pereira (Escola das Artes, UCP-Porto), Um milagre todos os dias.
  • 20 de setembro, em Lisboa, Maria João Branco moderou uma mesa redonda no âmbito do Workshop Internacional de lançamento da Oficina de Investigação IUS ILLUMINATUM.
  • 21 de setembro, em S. Bento de Cástris, Antónia Fialho Conde apresentou uma comunicação sobre «O regime alimentar da população monástica em S. Bento de Cástris, uma dieta mediterrânica?», no âmbito da VII Residência Cisterciense S. Bento de Cástris.
  • 21 de setembro, em Alvaiázere, Saul António Gomes proferiu uma conferência sobre «A história local em tempos de história global», no âmbito do Congresso de História e Património da Alta Estremadura e Terras de Sicó.
  • 23 de setembro, na Capela do Rato, João Alves da Cunha orientou uma sessão do Curso Livre «Arte moderna e arte da Igreja» (em colaboração).
  • 28 de setembro, no Mosteiro de Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira proferiu uma conferência sobre «Práticas litúrgicas no Mosteiro de Alcobaça através dos seus códices», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça».
  • 28 de setembro, João Alves da Cunha orientou uma visita guiada à Igreja de Moscavide (Lisboa).
  • 28 de setembro, na Lourinhã, Maria Filomena Andrade apresentou uma comunicação sobre «As mulheres na sociedade medieval – memórias e poderes», no âmbito do IV Encontro Património & Cultura: «Mulheres da Lourinhã».

Agosto

  • 24 de agosto, na Igreja da Sagrada Família de Paço de Arcos, João Alves da Cunha apresentou a obra da sua autoria, Igreja da Sagrada Família de Paço de Arcos: 50 anos de arquitectura religiosa moderna (1959-2019).
  • 30 de agosto, em Loulé, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «A Academia Real das Ciências de Lisboa, Fr. Joaquim de Santo Agostinho e os arquivos do Algarve nos finais do século XVIII: o caso de Loulé», no âmbito do III Encontro de História de Loulé.
  • 30 de agosto, em Loulé, Sérgio Ribeiro Pinto apresentou uma comunicação sobre «Paroquialidade e administração pública louletana na Monarquia Liberal (1833-1910)», no âmbito do III Encontro de História de Loulé.
  • 31 de agosto, em Loulé, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Loulé e o seu almoxarifado na primeira metade de Quinhentos», no âmbito do III Encontro de História de Loulé.

Julho

  • 8 de julho, na Faculdade de Letras de Lisboa, João Furtado Martins prestou provas de Doutoramento em História, com tese sobre Artífices do couro e da madeira na Época Moderna: trabalho, sociabilidades e cultura material, tendo sido aprovado com distinção.
  • 10 de julho, em Ponta Delgada, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «A paisagem do Santuário: culto, práticas de devoção e de festa», no âmbito do Colóquio «O culto ao Santo Cristo e ao Espírito Santo no povo açoriano».
  • 10 de julho, em Ponta Delgada, Hélio Soares apresentou uma comunicação sobre «Uma proposta museal: a coleção visitável do Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres», no âmbito do Colóquio «O culto ao Santo Cristo e ao Espírito Santo no povo açoriano».
  • 10 de julho, em Ponta Delgada, Carlos Azevedo apresentou uma comunicação sobre «A imagem do Santo Cristo no contexto da iconografia do Ecce Homo dos séculos XV a XVIII», no âmbito do Colóquio «O culto ao Santo Cristo e ao Espírito Santo no povo açoriano».
  • 10 de julho, no Santuário de Fátima, Adélio Fernando Abreu participou no Curso de Verão do Santuário de Fátima: «Francisco Marto , vidente de Fátima – no centenário de morte de São Francisco Marto», com uma comunicação sobre «Ser católico em Portugal nos inícios de Novecentos: identidade e práxis devocional».
  • 11 de julho, em Ponta Delgada, Carlos Azevedo apresentou uma comunicação sobre «O património artístico da Igreja como meio de evangelização», no âmbito do Colóquio «O culto ao Santo Cristo e ao Espírito Santo no povo açoriano».
  • 11 de julho, em Ponta Delgada, Carlos Azevedo proferiu uma conferência sobre «Dimensões missionárias da devoção ao Senhor Santo Cristo e ao Espírito Santo», no âmbito do Colóquio «O culto ao Santo Cristo e ao Espírito Santo no povo açoriano».
  • 18 de julho, em Lisboa, António Camões Gouveia, encerrou o Workshop «S. Lourenço de Brindisi entre santidade e diplomacia Lisboa 1619-2019».

Junho

  • 1 de junho, no Mosteiro de Alcobaça, João Luís Fontes proferiu uma conferência sobre «O papel da liturgia no quotidiano cisterciense, segundo os seus textos normativos», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça». 4 de junho, em Lisboa, Maria Teresa Amado apresentou uma comunicação sobre «Sondar os abismos da Luz incriada: vivências pictóricas de Francisco Holanda», no âmbito do VIII Colóquio Internacional «Imagética do Fogo: medos, paixões, renascimentos».
  • 4 de junho, em Lisboa, Maria Teresa Amado apresentou uma comunicação sobre «Sondar os abismos da Luz incriada: vivências pictóricas de Francisco Holanda», no âmbito do VIII Colóquio Internacional «Imagética do Fogo: medos, paixões, renascimentos».
  • 5 de junho, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou a Conversa «História: práticas e usos», no âmbito do VI Encontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna.
  • 6 de junho, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues participou na Conversa «Que género?», no âmbito do VI Encontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna.
  • 6 de junho, em Lisboa, Carlos Azevedo lançou a sua obra Moinho da Memória: história, religião e política.
  • 7 de junho, em Lisboa, Hélio Soares apresentou uma comunicação sobre «A consolidação do culto à imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres através da correspondência e relatos de milagres no séc. XVIII», no âmbito do VI Encontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna.
  • 11 de junho, em Lyon (França), Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «Histoire religieuse et histoire globale au Portugal: un bilan des 30 dernières années», no âmbito do Colloque International de la CIHEC (Commission Internationale pour l’Histoire et l’Étude du Christianisme).
  • 12 de junho, em Lyon (França), João Luís Fontes e Maria Filomena Andrade apresentaram uma comunicação sobre «Within and outsider the cloister: female religious experiences in medieval Lisbon. A contribution for the debate on the relation between gender and religious history», no âmbito do Colloque International de la CIHEC (Commission Internationale pour l’Histoire et l’Étude du Christianisme).
  • 12 de junho, em Palmela, Luís Filipe Oliveira apresentou comunicação sobre «A investigação em Ordens Militares em Portugal», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 13 de junho, em Palmela, João Luís Fontes apresentou comunicação sobre «As ordens militares e a pobre vida no feminino: em torno das origens do mosteiro de S. João da Penitência de Estremoz», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 13 de junho, em Palmela, Maria João Violante Branco apresentou comunicação sobre «Ainda Sancho I e as Ordens Militares: o caso da crise de 1209-1211», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 13 de junho, em Palmela, Saúl Gomes apresentou comunicação sobre «D. Dinis e as Ordens Militares: algumas releituras», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 13 de junho, em Palmela, Hermínia Vilar apresentou comunicação sobre «Lealdade, recompensa e crédito: a propósito das Ordens Miliares na crise de 1319-1324», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 13 de junho, em Palmela, Luís Filipe Oliveira participou em Mesa Redonda sobre «Dez anos passados, que balanço do Dictionnaire Européen des Ordres Militares au Moyen Âge-Prier et Combattre?», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 14 de junho, em Palmela, Mário Farelo apresentou comunicação sobre «’Injúrias, maas palavras’ e muito mais: o conflito entre o bispo de Silves e a Ordem de Santiago em meados do século XIV», no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares «Ordens militares, identidade e mudança».
  • 20 de junho, em Bragança, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «Os Autos de Fé em Coimbra nos séculos XVI e XVII», no âmbito do Congresso Internacional «Terra(s) de Sefarad».
  • 20 de junho, em Bragança, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Rumos da diáspora. Percursos de cristãos-novos portugueses para a Nova Espanha (séculos XVI e XVII)», no âmbito do Congresso Internacional «Terra(s) de Sefarad»

Maio

  • Herculano Alves editou a obra de sua autoria, A Bíblia em Portugal: séculos XVI-XVII.
  • 11 de maio, em Porto de Mós, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «Associativismo local e dinâmicas históricas da modernidade», no âmbito do I Ciclo de Conferências «Porto de Mós: tempo, espaço e memória».
  • 11 de maio, em Porto de Mós, Gonçalo Graça apresentou uma comunicação sobre «Deus, Igreja e a Pátria: a história do movimento escutista em perspetiva local», no âmbito do I Ciclo de Conferências «Porto de Mós: tempo, espaço e memória».
  • 14 de maio, em Coimbra, Edgar Silva apresentou uma comunicação sobre «Os católicos e as catacumbas no Estado Novo», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 14 de maio, em Coimbra, Pedro Silva Rei apresentou uma comunicação sobre «Os católicos e o referencial socialista na génese da democracia em Portugal (1968-1986)», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 14 de maio, em Coimbra, Tiago Pires Marques moderou Painel sobre «Religião e processos históricos» e apresentou comunicação sobre «Doença mental, pessoa e transcendência. A prática da assistência espiritual e religiosa em contextos psiquiátricos de matriz católica», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 14 de maio, em Coimbra, Edgar Silva apresentou uma comunicação sobre «Os católicos e as catacumbas no Estado Novo», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 14 de maio, em Coimbra, Paulo Fontes moderou Painel sobre «Dinâmicas de reconhecimento» no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 14 de maio, em Coimbra, Alfredo Teixeira moderou Painel sobre «Pentecostalismos» no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 15 de maio, em Coimbra, Paulo da Conceição apresentou uma comunicação sobre «”Cidade da Política, Cidade dos Espíritos”: modernização, novaerismo e transformações nas religiões mediúnicas em Brasília, Brasil», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 15 de maio, em Coimbra, Alfredo Teixeira coapresentou uma comunicação (com Margarida Franca) sobre «Identidades religiosas e dinâmicas sociais num território metropolitano», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 15 de maio, em Coimbra, Tiago Pires Marques moderou Painel sobre «Religião: lugares e não-lugares» no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 15 de maio, em Coimbra, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «A história da Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima – um projeto em curso», no âmbito do V Colóquio «A religião nas múltiplas modernidades-RELIMM».
  • 16 de maio, em Évora, Antónia Fialho Conde participou em Mesa Redonda sobre «”Com as Artes, as Humanidades e a Ciência”: os programas fundadores e decorativos do Colégio do Espírito Santo (1559-1759) como expressão dos modelos culturais e do conhecimento», no âmbito das Jornadas de Estudo «Receção cultural – entre mundos e práticas».
  • 17 de maio, no Paço Episcopal do Porto, Carlos A. Moreira Azevedo apresentou a obra de sua autoria, António Barroso e o Vaticano – correspondência.
  • 23-25 de maio, em Braga, António Camões Gouveia e Antónia Conde foram oradores convidados no Congresso Internacional «Paisagens sonoras: património, história, territórios artísticos e arqueologia sonora».
  • 25 de maio, em Fátima, Paulo Fontes proferiu uma conferência sobre «A Ação Católica Portuguesa», no âmbito do encerramento da Exposição Temporária «Consolata – 75 anos em Portugal».
  • 25 de maio, em Fátima, Margarida Rézio proferiu uma conferência sobre «Espiritualidade mariana», no âmbito do encerramento da Exposição Temporária «Consolata – 75 anos em Portugal».
  • 25 de maio, em Alcoutim, Luís Filipe Oliveira apresentou comunicação sobre «Os arquivos: o inventário, a conservação e a intervenção», no âmbito do VI Encontro de Arquivos do Algarve: «Arquiteturas da Informação».
  • 30 de maio, na Torre do Tombo, Mário Farelo coapresentou uma comunicação sobre «Da ideia à concretização: a exposição “Pão, carne e água. Memórias de Lisboa medieval”», no âmbito do colóquio com o mesmo nome, bem como foi um dos orientadores da vista guiada à exposição.

Abril

  • 4 de abril, em Universidade de Sevilha (Espanha), Andrea Cicerchia, Miguel Rodrigues Lourenço e Susana Bastos Mateus, apresentaram o Grupo Internacional de Trabalho «Historia de las Inquisiciones».
  • 5 de abril, na UCP-Lisboa, Isidro Lamelas foi um dos moderadores da Jornada de Estudos Bíblicos: «As narrativas pascais».
  • 6 de abril, em Porto de Mós, António Camões Gouveia apresentou uma conferência sobre “Como saltar os muros da cerca? O dia-a-dia e a festa em paisagens urbanas onde existiam casas de religiosos ou de religiosas (sécs. XVI a XVIII)”, no âmbito do Ciclo de Conferências «Porto de Mós: tempo, espaço e memória».
  • 9 de abril, na UCP-Lisboa, Isidro Lamelas, autor da tradução e seleção, participou em debate sobre o livro Padres do Deserto. Palavras do silêncio.
  • 11 de abril, no Centro Nacional de Cultura, Alfredo Teixeira apresentou a sua obra Religião na Sociedade Portuguesa.
  • 17 de abril, no Museu Alberto Sampaio (Guimarães), Carlos Azevedo proferiu um colóquio sobre «A iconografia da Paixão».
  • 22 de abril, em Évora, Maria Luísa Jacquinet moderou Sessão sobre “Produção escrita no mundo claustral: as monjas escritoras”, bem como no dia 24 de abril apresentou uma comunicação sobre “Sobreviver no exílio: as comunidades monásticas femininas refugiadas em Lisboa entre os séculos XVI e XVII”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 22 de abril, em Évora, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre “Em busca das freiras encarregadas dos cartórios monásticos”, bem como moderou uma Sessão sobre “Percursos femininos na construção da religiosidade medieval”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 22 de abril, em Évora, Maria Antónia Conde proferiu uma conferência sobre “Monaquismo feminino em Évora no período moderno”, tendo ainda no dia 24 de abril moderado uma Sessão Plenária e uma Sessão sobre “Produção escrita no mundo claustral: as monjas escritoras”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 22 de abril, em Évora, Maria Filomena Andrade apresentou uma comunicação sobre “Fundações mendicantes e protagonismo feminino (séculos XIII-XIV)”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 22 de abril, em Évora, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre “Beatérios e mosteiros: o protagonismo feminino entre a autonomia e a conventualização”, bem como moderou uma Sessão sobre “Cultura litúrgica em instituições monástico-conventuais femininas tardo-medievais portuguesas”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 22 de abril, em Évora, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre “O Ritual da Consagração das Virgens em contexto cisterciense”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 23 de abril, em Évora, Hélio Santos Soares apresentou uma comunicação sobre “As primeiras zeladoras do Senhor Santo Cristo dos Milagres como promotoras da devoção e do engrandecimento artístico”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 24 de abril, em Évora, Fernanda Maria Guedes de Campos apresentou uma comunicação sobre “Livros das Religiosas de S. Bernardo do Real Mosteiro de Nossa Senhora da Piedade da cidade de Tavira: leituras setecentistas”, no âmbito do Congresso Internacional «Um Reino de Mulheres: expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas».
  • 25 de abril, em Gouveia, Herculano Alves apresentou o Congresso Internacional «A Bíblia na cultura ocidental: milénios de civilização».
  • 29 de abril, no Porto, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «A construção de uma catedral no nosso tempo: o caso da Sé de Bragança», no âmbito do Seminário de História Religiosa 2019: «Catedrais, cabidos e capitulares: um longo percurso institucional e cultural».

Março

  • 7 de março, em Coimbra, Pedro Penteado apresentou uma comunicação sobre «O novo Regime Jurídico da Classificação e Avaliação da Informação Arquivística: contributo para o seu mapeamento no campo de investigação das políticas de informação», no âmbito do IX Seminário Internacional de Saberes Arquivísticos: «Arquivo(s) e identidade(s)».
  • 7 de março, em Coimbra, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «História e memória social: arquivos de pessoas e instituições religiosas», no âmbito do IX Seminário Internacional de Saberes Arquivísticos: «Arquivo(s) e identidade(s)».
  • 7 de março, em Coimbra, José António Rocha apresentou uma comunicação sobre «O uso do AtoM em Portugal. O panorama geral e a plataforma PAPIR como estudo de caso», no âmbito do IX Seminário Internacional de Saberes Arquivísticos: «Arquivo(s) e identidade(s)».
  • 9 de março, em Fátima, Ana Jorge foi oradora no IV Encontro Nacional de Docentes e Investigadores do Ensino Superior: «Discernir para agir».
  • 9 de março, em Fátima, Manuel Clemente foi orador no IV Encontro Nacional de Docentes e Investigadores do Ensino Superior: «Discernir para agir».
  • 12 de março, na UCP-Lisboa, João Eleutério participou no Painel “Desporto, motricidade e transcendência – diálogo sobre uma tese”, no âmbito do Colóquio inaugural Cátedra Manuel Sérgio: «Desporto, Ética e Transcendência».
  • 12 de março, na UCP-Lisboa, Alfredo Teixeira moderou o Painel “Desporto, motricidade e transcendência – diálogo sobre uma tese”, no âmbito do Colóquio inaugural Cátedra Manuel Sérgio: «Desporto, Ética e Transcendência».
  • 14 de março, em Castelo de Vide, Inês Amorim proferiu uma conferência sobre «The environmental changes of (small) cities – pathways», no âmbito de «Pequenas cidades e ambiente: da Idade Média à Época Contemporânea».
  • 17 de março, Ana Assis Pacheco editou a obra Sine Proprio.2: arquitectura franciscana de Portugal.
  • 22 de março, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa, apresentou uma comunicação sobre «Projeto VINCULUM: uma investigação de fundo sobre a vinculação na Europa do Sul (XIV-XVII)», no âmbito do «Ciclo de História das nobrezas de Antigo regime: modelos de reprodução social e institucional – o modelo vincular», do qual foi uma das coordenadoras científicas.
  • 22 de março, em Lisboa, Miguel Lourenço apresentou uma comunicação sobre «Territorializing Inquisition across the Pacific: the creation of a network of comissarios del Santo Oficio in the Philippine Islands (16th-18th centuries)», no âmbito do Seminário Internacional «The Philippines – a global “contact zone”: transoceanic connections (1521-1898)».
  • 23 de março, em Vila Viçosa, David Sampaio participou em Mesa Redonda sobre «A padroeira na história de Portugal. Entre a devoção mariana e uma maternidade identitária».
  • 23 de março, em Vila Viçosa, Francisco Senra Coelho apresentou a sua obra Nossa Senhora e a história de Portugal.
  • 25 de março, em Lisboa, Maria João Violante Branco participou no Cross-Disciplinary Workshop «Legitimação de poderes e identidades na península (sécs. IX-XII): métodos e formas de desenvolvimento».
  • 25 de março, em Lisboa, Francesco Renzi participou no Cross-Disciplinary Workshop «Legitimação de poderes e identidades na península (sécs. IX-XII): métodos e formas de desenvolvimento».
  • 25 de março, em Lisboa, André Evangelista Marques participou no Cross-Disciplinary Workshop «Legitimação de poderes e identidades na península (sécs. IX-XII): métodos e formas de desenvolvimento».
  • 26 de março, em Lisboa, Tiago Pires Marques orientou sessão sobre «”Questão social”, sofrimento e medicalização da vida», no âmbito do Ciclo de Seminários: «História da saúde e da medicina».
  • 27 de março, na UCP-Porto, Adélio Abreu, Cátia Tuna, Francesco Renzi, Luís Leal, Paulo Fontes, Pedro Rei, Nuno Estevão Ferreira e Rita Mendonça Leite, participaram no II Encontro do CAtólica REsearch – CARE.  
  • 28 de março, em Lisboa, Saul António Gomes e Luís Filipe Oliveira intervieram no Painel sobre “A memória”, no âmbito do Colóquio «O guarda-mor; o cronista e o historiador: problemas historiográficos contemporâneos a partir da obra de António Borges Coelho».
  • 28 de março, em Lisboa, Hermínia Vasconcelos Vilar interveio no Painel sobre “A monarquia”, no âmbito do Colóquio «O guarda-mor; o cronista e o historiador: problemas historiográficos contemporâneos a partir da obra de António Borges Coelho».
  • 28 de março, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues coordenou Painel sobre “O reino”, no âmbito do Colóquio «O guarda-mor; o cronista e o historiador: problemas historiográficos contemporâneos a partir da obra de António Borges Coelho».
  • 28 de março, em Lisboa, Maria João Branco coordenou Painel sobre “O arquivo”, no âmbito do Colóquio «O guarda-mor; o cronista e o historiador: problemas historiográficos contemporâneos a partir da obra de António Borges Coelho».

Fevereiro

  • 8 de fevereiro, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou comunicação sobre «ERC Consolidator Grant 2018 – Entailing Perpetuity: Family, Power, Identity. The social agency of a corporate body (Southern Europe, 14th-17th centuries)», no âmbito do Seminário «Investigar em Idade Média VI: «Projetos de investigação: realidades e possibilidades».
  • 8 de fevereiro, em Lisboa, Catarina Barreira apresentou comunicação sobre «Cistercian Horizons; studying and characterizing a medieval scriptorium and its production. Alcobaça, local identities and liturgical uniformity in dialogue», no âmbito do Seminário «Investigar em Idade Média VI: «Projetos de investigação: realidades e possibilidades».
  • 8 de fevereiro, Ana Assis Pacheco publicou o livro da sua autoria, Sine Proprio: arquitectura franciscana de Portugal.
  • 14 de fevereiro, em Lisboa, Daniel Norte Giebels lançou o livro da sua autoria, A Inquisição de Lisboa (1537-1579).
  • 14 de fevereiro, em Lisboa, José Pedro Paiva apresentou o livro da autoria de Daniel Norte Giebels, A Inquisição de Lisboa (1537-1579).
  • 16 de fevereiro, em Guimarães, João Luís Marques proferiu uma conferência sobre «São Torcato, a construção de um santuário – leitura do projeto a partir do espólio de Marques da Silva».
  • 18 de fevereiro, no Porto, Maria João Oliveira e Silva apresentou uma comunicação sobre «A documentação medieval do cabido e o estudo da canónica portuguesa», no âmbito do Seminário História Religiosa 2019 «Catedrais, cabidos e capitulares: um longo percurso institucional e cultural».
  • 20 de fevereiro, na Academia Portuguesa da História, Francisco Senra Coelho proferiu uma conferência sobre «A tese de doutoramento de Augusto Eduardo Nunes, Arcebispo de Évora (1885-1920), “Múnus Social da Igreja Católica”, apresentada na Faculdade de Teologia da Universidade de Coimbra (1880), onze anos antes da Rerum Novarum (1891)».
  • 21 de fevereiro, em Guimarães, Herculano Alves participou no Painel “A morte nos textos sagrados”, no âmbito do I Congresso Internacional «A morte. Leituras da humana condição».
  • 22 de fevereiro, na UCP-Lisboa, Alfredo Teixeira participou em Painel sobre «Teoria da fronteira – um diálogo possível entre José Tolentino Mendonça e Susan Sontag», no âmbito da IX Jornada de Teologia Prática: «O tempo do estrangeiro».
  • 22 de fevereiro, na UCP-Lisboa, João Luís Marques participou em Painel sobre «Estrangeiros entre nós – problemas e contextos», no âmbito da IX Jornada de Teologia Prática: «O tempo do estrangeiro».
  • 22 de fevereiro, na UCP-Lisboa, Isidro Lamelas participou em Painel sobre «A hospitalidade da fé – comunidades e mobilidades», no âmbito da IX Jornada de Teologia Prática: «O tempo do estrangeiro».
  • 22 de fevereiro, na UCP-Lisboa, Ana Jorge moderou a conferência proferida por D. José Ornelas sobre «Atravessar: uma espiritualidade para hoje», no âmbito da IX Jornada de Teologia Prática: «O tempo do estrangeiro».
  • 22 de fevereiro, em Guimarães, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou a comunicação «O papel das mulheres na reabilitação e celebração dos mortos ingloriosos na Idade Média: os casos do infante D. Pedro e de D. Álvaro de Luna», no âmbito do I Congresso Internacional «A morte. Leituras da humana condição».
  • 23 de fevereiro, no Mosteiro da Batalha, Luís Filipe Oliveira apresentou uma sessão sobre «A Espada, a Cruz e as Quinas: D. João I e as Ordens Militares», no âmbito do Curso Livre «No tempo de D. João I».
  • 23 de fevereiro, no Mosteiro da Batalha, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma sessão sobre «Cultura e religião na construção de uma dinastia nova», no âmbito do Curso Livre «No tempo de D. João I».
  • 23 de fevereiro, em Guimarães, José Paulo Leite de Abreu moderou o Painel “Antropologia”, no âmbito do I Congresso Internacional «A morte. Leituras da humana condição».
  • 23 de fevereiro, em Guimarães, Herculano Alves apresentou uma comunicação sobre «A preparação para a morte como sentido da vida, em autores portugueses do séc. XVI-XVII», no âmbito do I Congresso Internacional «A morte. Leituras da humana condição»

Janeiro

  • 4 de janeiro, no Mosteiro de Alcobaça, Paulo Fontes esteve presente na primeira reunião do Projeto «CISTERHOR-Horizontes Cistercienses. Estudar e caracterizar um scriptorium medieval e a sua produção. Alcobaça. Identidades locais e uniformidade litúrgica em diálogo». O CEHR é uma das instituições parceiras.
  • 11 de janeiro, Ana Assis Pacheco publicou o livro da sua autoria, Abaré Guaçú: conventos franciscanos de Olinda, Baía do Iguape e Espírito Santo.
  • 22 de janeiro, na UP-Lisboa, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «O que é uma tradição?», no âmbito da Winter School «Humanidade em movimento. Cultura, História, Educação».
  • 22 de janeiro, em Goa (Índia), Gonçalo Brito Graça apresentou uma comunicação sobre «Boy-Scouting Movement and social framework of youth in Portuguese India (1920-1939), no âmbito do International Seminar on Estado da Índia: «Colonial periodical press and politics» & IV International Symposium - «Goa: languages, literatures & cultures».
  • 23 de janeiro, na Academia Portuguesa de História, Hermínia Vilar proferiu uma conferência sobre «Entre a guerra e o reino: uma revisitação dos manifestos de D. Dinis».
  • 24 de janeiro, em Lisboa, Luís Carlos Amaral orientou a sessão «O mosteiro e o seu entorno», no âmbito do Curso «Compreender os espaços monástico-conventuais medievais».
  • 24 de janeiro, em Lisboa, Filomena Andrade orientou a sessão «Os mosteiros e as cidades», no âmbito do Curso «Compreender os espaços monástico-conventuais medievais».
  • 25 de janeiro, em Lisboa, Maria João Branco orientou a sessão «Poder régio e propaganda», no âmbito do Curso «Compreender os espaços monástico-conventuais medievais».
  • 25 de janeiro, em Lisboa, Mário Farelo orientou a sessão «Patronos e benfeitores», no âmbito do Curso «Compreender os espaços monástico-conventuais medievais».
  • 26 de janeiro, em Lisboa, Catarina Barreira orientou as sessões «O scriptorium e a biblioteca» (com Paula Cardoso) e «Os espaços e os ritmos da liturgia», no âmbito do Curso «Compreender os espaços monástico-conventuais medievais».
  • 30 de janeiro, no Teatro Maria Vitória (Lisboa), Cátia Tuna apresentou a obra da autoria de Jorge Trigo, O fado e Ercília Costa no Brasil.


2018

Dezembro

  • 5 de dezembro, em Braga, José Paulo Abreu lançou a obra da sua autoria Fastos Episcopaes da Igreja Primacial de Braga (V volume).
  • 5 de dezembro, em Braga, José Marques apresentou a obra Fastos Episcopaes da Igreja Primacial de Braga (V volume).
  • 6 de dezembro, em Lisboa, João Miguel Almeida moderou a conferência inaugural e a conferência de encerramento do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX», bem como apresentou uma comunicação sobre «Civilizar ou libertar? O caso de D. Manuel Vieira Pinto», para além de ter moderado um painel.
  • 6 de dezembro, em Lisboa, Hugo Gonçalves Dores apresentou uma comunicação sobre «The road for an agreement on missions: the quarrel between Portugal and the Holy See regarding the missionary policy for the Portuguese Empire in Africa», no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX», tendo ainda moderado um painel.
  • 6 de dezembro, em Lisboa, Paulo Fontes moderou um painel no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX».
  • 6 de dezembro, em Lisboa, António Matos Ferreira apresentou uma conferência sobre «Ambiguidades do agir missionário nas estratégias da construção dos poderes coloniais», no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX».
  • 7 de dezembro, em Lisboa, Nuno Estevão Ferreira moderou um painel no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX».
  • 7 de dezembro, em Lisboa, Maria Manuela Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Missionação feminina e poder colonial: algumas reflexões», no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX».
  • 7 de dezembro, em Lisboa, Gonçalo Brito apresentou uma comunicação sobre «“O que é bom para uma colónia pode ser mau para outra”. O projeto escotista de Álvaro de Fontoura para Angola e Moçambique (1935)», no âmbito do Colóquio Internacional «Missionação e poder colonial em Angola e Moçambique no século XX».
  • 7 de dezembro, em Évora, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «A Inquisição de Goa e os desafios das “partes mais remotas”: a problemática definição do perfil dos comissários do Santo Ofício de Macau (1604-1650)», no âmbito do X Seminário Permanente sobre a Inquisição: «Inquisição & Território(s)».
  • 13 de dezembro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «A Inquisição de Goa e a família de Garcia de Orta», no âmbito do Colóquio «Garcia de Orta: ciência, religião e cultura».
  • 19 de dezembro, em Lisboa, Hermínia Vilar apresentou o volume IV da obra Casamentos da Família Real Portuguesa: êxitos e fracassos, da qual Ana Maria S. A. Rodrigues é uma das coordenadoras.
  • 21 de dezembro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Jacinto Guerreiro prestou provas para o grau de Mestre em Ciências da Documentação e Informação (Arquivo), com dissertação sobre O sistema de Informação do Colégio Andaluz, Santarém (1923-1975), tendo obtido a classificação de 19 valores.
  • 22 de dezembro, Ana Assis Pacheco publicou o livro da sua autoria, Claustro Indiano: arquitectura franciscana de Goa e Baçaim.
  • 23 de dezembro, na Quinta de São Salvador (Padim da Graça, Braga), José Marques apresentou a obra da autoria de Marcelo Correia, Padim da Graça – Santo Adrião e São Salvador de Padim do Couto de Tibães.

Novembro

  • 31 de outubro; 7 e 21 de novembro, na UCP-Lisboa, Paulo Fontes, Sérgio Pinto e Rita Mendonça Leite participaram no Seminário aberto «Itinerários de laicidade na sociedade portuguesa contemporânea».
  • 2 de novembro, no Porto, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «A homogeneidade e diversidade católica», no âmbito do Colóquio «Identidades e alteridades religiosas em Portugal: formas, modos e diálogo numa sociedade pós-secular».
  • 2 de novembro, no Porto, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «Diálogos entre fé e arquitetura», no âmbito do Colóquio «Identidades e alteridades religiosas em Portugal: formas, modos e diálogo numa sociedade pós-secular».
  • 6 de novembro, em Lisboa, Bruno Cardoso Reis apresentou uma comunicação sobre «Novo século, novas guerras assimétricas?», no âmbito do Congresso Internacional «Repensar Portugal, a Europa e a globalização: 100 anos Padre Manuel Antunes, sj».
  • 7 de novembro, Coimbra, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «”Na terra portuguesa as casas de Deus estão na sua casa”: a participação do Estado na produção de arquitetura religiosa 1940-1970», no âmbito do Colóquio «Obras públicas no Estado Novo».
  • 8 de novembro, em Lisboa, Maria João Branco moderou a intervenção do Keynote Speaker (Sofia Boesch Gajano) and Lecture Debate, no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 8 de novembro, em Lisboa, João Luís Inglês Fontes moderou a Sessão “History of Eremitical/Monastic Life”, no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 8 de novembro, em Lisboa, Maria Filomena Andrade moderou a intervenção do Keynote Speaker (Núria Jornet) and Lecture Debate, no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 8 de novembro, na Biblioteca Pública de Évora, Hermínia Vilar apresentou a obra Governar a cidade e servir o rei: a oligarquia concelhia de Évora em tempos medievais (1367-1433), da autoria de Joaquim Bastos Serra.
  • 8 de novembro, em Lisboa, Pedro Silva Rei apresentou uma comunicação sobre «Da confessionalidade monárquica à separação republicana: no rasto da modernidade religiosa em Portugal», no âmbito do I Encontro de Jovens Investigadores em História Contemporânea.
  • 9 de novembro, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou a intervenção do Keynote Speaker (Ana Paula Amendoeira) and Lecture Debate, no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 9 de novembro, em Lisboa, João Alves da Cunha moderou a Sessão “Solitude and contemporary readings 2”, no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 9 de novembro, em Lisboa, Fernanda Maria Guedes de Campos apresentou uma comunicação sobre «Building the temples of knowledge: spaces, decorations and… books in 18th century Portuguese monastic librairies», no âmbito do 2nd International Seminar «Architetures of the Soul».
  • 10 de novembro, em Barcelos, António Matos Ferreira proferiu uma conferência sobre «D. António Barroso: o cidadão, o político e o bispo», no âmbito da Sessão «Recordar D. António Barroso no Ano Missionário».
  • 10 de novembro, em Barcelos, Amadeu Gomes de Araújo proferiu uma conferência sobre «D. António Barroso, bispo do Padroado», no âmbito da Sessão «Recordar D. António Barroso no Ano Missionário».
  • 16 de novembro, na UCP-Lisboa, Rita Mendonça Leite moderou a conferência proferida por Os Guinness sobre «A world state for diversity: the Universal Declaration and religious freedom in an age of expanding pluralism».
  • 17 de novembro, na Lourinhã, João Luís Fontes moderou a Sessão “Memórias e representações”, no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente – memória(s) e representações».
  • 17 de novembro, na Lourinhã, Maria Filomena Andrade moderou a Sessão “Apropriações e recomposições”, no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente – memória(s) e representações».
  • 17 de novembro, na Lourinhã, José Marques apresentou uma comunicação sobre «Fazer-se recordar: o testamento de D. Lourenço Vicente», no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente – memória(s) e representações».
  • 17 de novembro, na Lourinhã, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «Um bispo ou um modelo de bispo? O episcopólogo D. Rodrigo a Cunha escreve a vida de D. Lourenço Vicente», no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente – memória(s) e representações».
  • 24 de novembro, na UCP-Lisboa, Luís Filipe F. R. Thomaz apresentou uma comunicação sobre «Palavras de introdução: da Índia ao Brasil – aventuras e desventuras dos ciganos», no âmbito do Colóquio Internacional «Mil anos de nomadização: passado, património e problemas dos ciganos um milénio após a sua deportação da Índia (1018-2018)».
  • 26 a 28 de novembro, António Camões Gouveia, João Luís Fontes e Maria Filomena Andrade integraram a comissão organizadora das Jornadas Internacionais «O Mar no imaginário religioso: cultos, espaços, representações».
  • 26 a 28 de novembro, Maria João Branco, Nuno Estevão e Paulo Fontes integraram a comissão científica das Jornadas Internacionais «O Mar no imaginário religioso: cultos, espaços, representações».
  • 27 de novembro, na Academia da Marinha, Luís Filipe Ferreira Reis Thomaz proferiu uma conferência sobre «E se Cristóvão Colombo fosse Cristóvão Colombo».
  • 27 de novembro, em Lisboa, Zulmira Santos apresentou uma comunicação sobre «Funções e representações do mar nos relatos de milagres de S. Francisco Xavier», no âmbito das Jornadas Internacionais «O Mar no imaginário religioso: cultos, espaços, representações».
  • 29 de novembro, em Palmela, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Da cruzada e da reconquista na fronteira portuguesa», no âmbito das Jornadas Internacionais «A Reconquista: ideologia e justificação da Guerra Santa Peninsular».
  • 30 de novembro, em Palmela, Maria João Violante Branco apresentou uma comunicação sobre «Teoria e prática no discurso canonista sobre a cruzada aplicado a Portugal: a propósito do “apparatus” de Vicente Hispano ao Concílio de Latrão IV e da tomada de Alcácer do Sal em 1217», no âmbito das Jornadas Internacionais «A Reconquista: ideologia e justificação da Guerra Santa Peninsular».  

Outubro

  • 8 de outubro, em Lisboa, António Camões Gouveia apresentou o “FORUM de História Moderna” (com André Godinho) e a comunicação «Coisas, animais e armas em panfletos das escaramuças na Raia», no âmbito do Congresso Internacional «Fronteiras de guerra e de negociação: o confronto entre Portugal e a Monarquia Hispânica (1640-1668)».
  • 9 de outubro, em Lisboa, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «Os dominicanos e a vida pastoral no Portugal medieval», no âmbito do Colóquio «Rastos dominicanos de Portugal para o mundo: 600 anos da Província Portuguesa».
  • 9 de outubro, em Lisboa, João Luís Fontes e Maria Filomena Andrade apresentaram uma comunicação sobre «As fundações dominicanas femininas durante a Idade Média: linhas de força, problemáticas e silêncios», no âmbito do Colóquio «Rastos dominicanos de Portugal para o mundo: 600 anos da Província Portuguesa».
  • 9 de outubro, em Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Entre Lisboa e Trento. Percursos e ação de Frei Jorge de Santiago na primeira metade de Quinhentos», no âmbito do Colóquio «Rastos dominicanos de Portugal para o mundo: 600 anos da Província Portuguesa».
  • 9 de outubro, em Castelo de Vide, Luís Carlos Amaral proferiu a Lição «Localizaciones y dinámicas en el uso político del espácio urbano. Ciudades de la Castilla bajomedieval», no âmbito da Escola de Outono «Inclusão e exclusão na Europa urbana medieval».
  • 10 de outubro, em Lisboa, Miguel Lourenço apresentou uma comunicação sobre «O “cisma” como tópico na narrativa sobre conflitos eclesiásticos em Macau no século XVII: o contributo dominicano», no âmbito do Colóquio «Rastos dominicanos de Portugal para o mundo: 600 anos da Província Portuguesa».
  • 11 de outubro, na UCP-Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Clero regular e identidade de género na Idade Média: modelos e vivências», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 11 de outubro, na UCP-Lisboa, João Luís Fontes moderou uma sessão do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 11 de outubro, em Castelo de Vide, Maria João Branco moderou sessão sobre «Acolher ou excluir: os estrangeiros na cidade», no âmbito das III Jornadas Internacionais de Idade Média «Inclusão e exclusão na Europa urbana medieval».
  • 12 de outubro, na UCP-Lisboa, Maria de Lurdes Correia Fernandes e Zulmira Santos apresentaram uma comunicação sobre «A (re)construção de modelos e práticas pastorais no século XVI: as biografias masculinas de Fr. Luís de Granada, OP)», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 12 de outubro, na UCP-Lisboa, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «”Ter nome de pregador ou ser pregador de nome não importa nada”. Os modelos e a formação dos pregadores em tempo de muitas Reformas», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 12 de outubro, na UCP-Lisboa, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «Os “colporteurs” e as “Biblewomen”: modelos de ação masculina e feminina na implantação da Sociedade Bíblica em Portugal (séc. XIX)», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 12 de outubro, na UCP-Lisboa, Tiago Pires Marques apresentou uma comunicação sobre «A “dominação feminina”: anatomia do medo nos discursos religiosos e anti-religiosos sobre sexos e sexualidade», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 12 de outubro, em Coimbra, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «A sigilografia em Portugal: problemáticas e desafios», no âmbito do I Congresso Internacional de Heráldica e Sigilografia na Península Ibérica.
  • 12 de outubro, em Castelo de Vide, Hermínia Vasconcelos Vilar moderou sessão sobre «Os rostos da exclusão social: abordagens multidisciplinares aos coletivos marginalizados», bem como apresentou uma comunicação sobre «Legitimate social inclusion: the circulation of political models in late medieval Portugal», no âmbito das III Jornadas Internacionais de Idade Média «Inclusão e exclusão na Europa urbana medieval».
  • 13 de outubro, na UCP-Lisboa, António Matos Ferreira apresentou uma comunicação sobre «Modalidades de masculinidade no catolicismo contemporâneo», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 13 de outubro, na UCP-Lisboa, Alfredo Teixeira apresentou uma comunicação sobre «Homens do rito e da palavra: dinâmicas de autoridade no catolicismo contemporâneo», no âmbito do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 13 de outubro, na UCP-Lisboa, Tiago Pires Marques e António Camões Gouveia apresentaram as Conclusões do Colóquio Internacional «Religião e Masculinidades. Modelos, práticas e transgressões».
  • 16 de outubro, no Centro Científico e Cultural de Macau, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «The role of Macau and Manila in inquisitorial communications across the Western Pacific Seas: regional connections and transoceanic navigations in the relations between the Inquisitions of Goa and Mexico (1643-1691)», no âmbito do Colóquio Internacional «China/Macau, conexões marítimas globais».
  • 17 de outubro, em Lisboa, Maria Filomena Andrade apresentou uma comunicação sobre «O Convento de Nossa Senhora da Conceição de Lisboa: uma comunidade observante no tecido lisboeta», no âmbito do Colóquio «Património das Amoreiras ao Tejo: revisitar a Sétima Colina».
  • 17 de outubro, em Lisboa, Maria Luísa Jacquinet apresentou uma comunicação sobre «Dinâmicas do património religioso na reconstrução da Baixa Pombalina: o caso do Convento do Corpus Christi. Novas achegas», no âmbito do Colóquio «Património das Amoreiras ao Tejo: revisitar a Sétima Colina».
  • 18 de outubro, em Santarém, Jacinto Salvador Guerreiro apresentou uma comunicação sobre «O Colégio Andaluz: uma estratégia para educar com espiritualidade, no âmbito do Colóquio «Ornaverunt Lampades: a arte cristã de Luiza Andaluz».
  • 18 de outubro, em Coimbra, Maria Cristina Cunha apresentou uma comunicação sobre «“Está lá tudo!”. O ensino da Paleografia na FLUP, de 1962 a 2003», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 18 de outubro, em Coimbra, Bernardo de Sá-Nogueira apresentou uma comunicação sobre «Ensino da Paleografia e Diplomática na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa – Objetivos», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 18 de outubro, em Coimbra, Maria João Oliveira e Silva apresentou uma comunicação sobre «A Paleografia e o estudo da escrita Gótica: problemas e desafios», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 18 de outubro, em Coimbra, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «As novas paleografias: temas e problemas», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 19 de outubro, em Coimbra, Maria Cristina Cunha moderou a sessão «Paleografia: interdisciplinaridade», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 19 de outubro, em Coimbra, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «Entre o metal e a cera: a escrita nos selos medievais portugueses (séculos XII-XV)», no âmbito do II Colóquio Luso-Brasileiro de Paleografia.
  • 20 de outubro, no Convento dos Capuchos-Caparica, António Camões Gouveia moderou a sessão «Presenças provisórias (I)», no âmbito das V Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos: «A arte vê-se, a arte ouve-se, os sentidos ampliam-se. O Convento dos Capuchos e a ousadia do Futuro».
  • 20 de outubro, no Convento dos Capuchos-Caparica, João Luís Fontes moderou a sessão «Presenças provisórias (II)», no âmbito das V Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos: «A arte vê-se, a arte ouve-se, os sentidos ampliam-se. O Convento dos Capuchos e a ousadia do Futuro».
  • 20 de outubro, no Convento dos Capuchos-Caparica, António Camões Gouveia moderou a sessão «Caminhos de futuro», no âmbito das V Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos: «A arte vê-se, a arte ouve-se, os sentidos ampliam-se. O Convento dos Capuchos e a ousadia do Futuro».
  • 20 de outubro, no Convento dos Capuchos-Caparica, António Camões Gouveia e João Luís Fontes colaboraram na apresentação da comunicação «O Convento dos Capuchos como equipamento municipal de cultura: caminhos percorridos», no âmbito das V Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos: «A arte vê-se, a arte ouve-se, os sentidos ampliam-se. O Convento dos Capuchos e a ousadia do Futuro».
  • 23 de outubro, no Rio de Janeiro (Brasil), Paula Borges Santos apresentou uma comunicação sobre «Corporativismo e habitação em Portugal (1933-1974): aspetos da política social e financeira dos programas habitacionais», no âmbito do Congresso Internacional NETCOR «Corporativismo, autoritarismo e democracia».
  • 27 de outubro, na UCP-Porto, Luís Leal participou em sessão de apresentação da obra O Calvário [páginas escolhidas e documentário fotográfico] da autoria de Padre Baptista.
  • 31 de outubro, na UCP-Lisboa, Andrea Cichercia, Miguel Rodrigues Lourenço e Susana Bastos Mateus apresentaram a Plataforma “História das Inquisições”, do Grupo de Trabalho “Expansão Religiosa: civilizações e culturas”, no âmbito do Workshop «As Inquisições entre realidade e perceção: figuras institucionais e espiritualidade».
  • 31 de outubro, na UCP-Lisboa, Andrea Cichercia e Miguel Rodrigues Lourenço apresentaram a comunicação «?Medievalidad o a la manera de Castilla? Una aproximación a la figura del comisario inquisitorial en el mundo português de la edad moderna», no âmbito do Workshop «As Inquisições entre realidade e perceção: figuras institucionais e espiritualidade».
  • 31 de outubro, na UCP-Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou a comunicação «A espiritualidade dos cristãos-novos na Lisboa de Quinhentos. Das práticas quotidianas às textualidades inquisitoriais», no âmbito do Workshop «As Inquisições entre realidade e perceção: figuras institucionais e espiritualidade».
  • 31 de outubro e 3 de novembro, na Ilha de Moçambique, Luís Filipe F. R. Thomaz apresentou comunicações sobre «O comércio do marfim entre a África Oriental e a Índia» e «40 anos de historiografia indo-portuguesa» (com Fatima Gracias), no âmbito do XV Seminário Internacional de História Indo-Portuguesa.

Setembro

  • 4 de setembro, em Fátima, Manuel Clemente proferiu uma conferência sobre «A Paróquia: uma perspetiva histórica», no âmbito do XXXII Encontro da Pastoral Social: «A paróquia ainda é um lugar de proximidade?».
  • 5 de setembro, em Fátima, Cátia Tuna proferiu uma conferência sobre «Paróquia de proximidade», no âmbito do XXXII Encontro da Pastoral Social: «A paróquia ainda é um lugar de proximidade?».
  • 20 de setembro, em Lisboa, João Miguel Almeida apresentou uma comunicação sobre «Civilizar ou libertar? A política educativa e religiosa da Igreja Católica em Angola e Moçambique nos últimos anos do Império (1961-1975)», no âmbito do Workshop Internacional «Modernización social y cambio político en la Península Ibérica (1960-1986)», no qual também moderou uma sessão.
  • 20 de setembro, em Évora, Paulo Fontes proferiu uma conferência sobre «As obras de Misericórdia. História e interpretação contemporânea», no âmbito do Ciclo de Conferências 2018 Misericórdia de Évora.
  • 21 de setembro, em S. Bento de Cástris, António Camões Gouveia moderou uma mesa-redonda sobre «Que fazer com os patrimónios de Cástris? Olhares sobre culinária e doçaria conventuais», bem como apresentou uma comunicação (com Iria Gonçalves) sobre «Em conversa sobre o livro À mesa nas terras de Alcobaça em finais da Idade Média (DGPC/Mosteiro de Alcobaça, Cooperativa Agrícola de Alcobaça, IEM, 2017)», no âmbito da VI Residência Cisterciense S. Bento de Cástris, tendo também integrado a Comissão Científica e a Comissão Organizadora.
  • 21-22 de setembro, em S. Bento de Cástris, Antónia Fialho Conde integrou a Comissão Científica e a Comissão Organizadora da VI Residência Cisterciense S. Bento de Cástris.
  • 21 de setembro, em Lisboa, Telma Mattos Campos Ruas apresentou uma comunicação sobre «A educação e a instrução na sociedade oitocentista. Algumas perspetivas», no âmbito do Seminário «Ciência, Ensino e Sociedade em Perspetiva».
  • 22 de setembro, em Maçãs de Dona Maria (Alvaiázere), Saul António Gomes apresentou o Colóquio «Práticas funerárias e atitudes perante a morte na Região Centro», na qualidade de seu coordenador científico.
  • 26 de setembro em Lisboa, João Soalheiro participou no Painel “Requalificar o património catedralício”, no âmbito do Seminário «As catedrais portuguesas: lugares de memória».
  • 28 de setembro, em Lisboa, João Luís Fontes e Mário Farelo participaram na iniciativa «À descoberta da Lisboa medieval», no âmbito da Noite Europeia dos Investigadores.

Julho

  • 17 de julho, em Santiago de Compostela, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre «Entre o convento e a Corte: percursos pelo franciscanismo observante português», no âmbito do Congresso Internacional «Francisco de Asís, o Santo e os seus frades: proxección no occidente medieval».
  • 23 de julho, em Évora, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre «Poverty and solitude: the history of an eremitical movement», no âmbito da International Conference + Summer School «Digital survey in religious archtecture».
  • 31 de agosto, em Loulé, Luís Oliveira moderou a conferência inaugural do II Encontro de História de Loulé.
  • 31 de agosto, em Loulé, Miguel Lourenço moderou o Painel “Sociedade, Economia e Administração” no âmbito do II Encontro de História de Loulé.

Junho

  • 1 de junho, na Maia, Arlindo Magalhães da Cunha apresentou uma comunicação sobre «O que deve ser um “Caminho de Santiago”», no âmbito do Congresso Internacional «Caminhos de Santiago e o seu impacto no turismo do Norte de Portugal e Galiza».
  • 7 de junho, no Porto, António Matos Ferreira apresentou uma comunicação sobre «Catolicismo no trânsito do século XIX para o século XX», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 7 de junho, no Porto, Hugo Gonçalves Dores apresentou uma comunicação sobre «O contexto missionário português na viragem do século: do Mapa Cor-de-Rosa do Padroado à “Concordata impossível”», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 7 de junho, no Porto, Sérgio Ribeiro Pinto apresentou uma comunicação sobre «O clero português do século XIX e no início do século XX», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 8 de junho, no Porto, Adélio Fernando Abreu apresentou uma comunicação sobre «A igreja portucalense nas últimas décadas do século XIX», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 8 de junho, no Porto, Amadeu Gomes de Araújo apresentou uma comunicação sobre «D. António Barroso: o missionário ao serviço do Padroado português», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 8 de junho, no Porto, Carlos A. Moreira Azevedo apresentou uma comunicação sobre «D. António Barroso: o bispo portucalense», no âmbito do Colóquio «Entre a Monarquia e a República: os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte (1918/2018)».
  • 15 de junho, em Lisboa, José Pedro Paiva proferiu uma conferência sobre «O papel do episcopado português no processo de globalização do catolicismo na época moderna», no âmbito do Seminário Permanente de Estudos Globais.
  • 15 de junho, no Mosteiro de Alcobaça, Saul Gomes proferiu uma conferência sobre «A Reforma da Leitura Nova e o seu impacto no Mosteiro de Alcobaça», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça II: materialidades, temas e problemas».
  • 15 de junho, no Mosteiro de Alcobaça, Mário Farelo proferiu uma conferência sobre «Alcobaça e o papado medieval: uma história (também) de manuscritos», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça II: materialidades, temas e problemas».
  • 19 de junho, em Lisboa, André de Oliveira Leitão orientou sessão sobre «O quotidiano dos estudantes», no âmbito da Escola de Verão CH-ULisboa «História das Universidades (sécs. XIII-XVI)».
  • 20 de junho, em Lisboa, Paulo Fontes moderou o Painel “Monoteísmos em trânsito”, no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «Fátima, entre tradição e modernidade: uma revisitação historiográfica», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, Gonçalo Brito Graça apresentou uma comunicação sobre «”Olhos em Deus. Coração na pátria”. O papel do escotismo nas missões católicas africanas», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, Pedro Silva Rei apresentou uma comunicação sobre «Separar Deus de César: a construção do episcopado na modernidade. O retrato de um bispo monárquico no começo da república portuguesa», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, Paulo Conceição apresentou uma comunicação sobre «“A Belle Époque no Atlântico das Almas”: a modernidade e o movimento espírita em Portugal e no Brasil (1860-1926)», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, João Alves da Cunha e João Luís Marques apresentaram uma comunicação sobre «Investigação em Arquitetura Portuguesa e História Religiosa Contemporânea – o contributo da Ordem dos Pregadores na modernidade portuguesa», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Lisboa, João Miguel Almeida apresentou uma comunicação sobre «D. Manuel Pinto Vieira: trajeto, mediações e afrontamentos de um bispo», no âmbito da 4ª Edição do Colóquio «A Religião nas Múltiplas Modernidades – rede de investigadores».
  • 21 de junho, em Santarém, Maria João Branco moderou uma conferência, no âmbito do XII Colóquio da Seção Portuguesa da Associação Hispânica de Literatura Medieval «O medievalismo no século XXI».
  • 22 de junho, em Lisboa, Carlos A. Moreira Azevedo esteve na sessão de lançamento do seu livro Ministros do Diabo: os seis sermões de autos de fé (1586-1595) de Afonso de Castelo Branco, Bispo de Coimbra.
  • 22 de junho, em Lisboa, José Pedro Paiva apresentou o livro de Carlos A. Moreira Azevedo, Ministros do Diabo: os seis sermões de autos de fé (1586-1595) de Afonso de Castelo Branco, Bispo de Coimbra.
  • 25 de junho, na UCP-Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço e Susana Bastos Mateus participaram no Workshop Internacional «Os papéis da Inquisição: conservação e dispersão na Europa, América e Ásia», com uma intervenção sobre «Considerações gerais da comissão organizadora».
  • 25 a 29 de junho, em Lisboa, António Matos Ferreira orientou uma sessão sobre «Dos missionários à teologia da libertação: o catolicismo nas Américas» no âmbito do Curso Livre «Pensar as Américas».
  • 27 de junho, na Academia Portuguesa de História, António Montes Moreira apresentou uma comunicação sobre «O estatuto civil dos institutos religiosos em Portugal no século XX».
  • 27 de junho, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço e Susana Bastos Mateus apresentaram uma comunicação sobre «António Dias de Cáceres’ travel to Macau in 1589 and the trade development between the “Two Índias”», no âmbito da International Conference «Jews of Portugal and the Spanish-Portuguese Jewish Diaspora».
  • 30 de junho, na Igreja Matriz de Bucelas, António Camões Gouveia apresentou o livro Igreja Matriz de Bucelas.
  • 30 de junho, na Lourinhã, Maria Filomena Andrade moderou uma sessão no âmbito do III Encontro Património & Cultura: «A Lourinhã entre forais: espaços, gentes e poderes».
  •  30 de junho, na Lourinhã, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «O enquadramento eclesiástico: a Colegiada de Santa Maria da Lourinhã», no âmbito do III Encontro Património & Cultura: «A Lourinhã entre forais: espaços, gentes e poderes».
  • 30 de junho, na Lourinhã, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «O foral manuelino da Lourinhã», no âmbito do III Encontro Património & Cultura: «A Lourinhã entre forais: espaços, gentes e poderes».
  • 30 de junho, na Lourinhã, João Luís Inglês Fontes moderou o debate e síntese dos trabalhos do III Encontro Património & Cultura: «A Lourinhã entre forais: espaços, gentes e poderes».

Maio

  • 2, 4 e 7 de maio, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa orientou sessões sobre «O ensino do tratamento das fontes primárias pelos arquivistas», «Experiências: “decifrar” instrumentos de acesso aos arquivos» e «Experiências: elaborar a descrição de um acervo arquivístico», no âmbito do Curso Livre «Literacia informacional para a investigação em história».
  • 2 a 30 de maio, no Museu de Alberto Sampaio (Guimarães), Luís Carlos Amaral orientou o Curso Livre «As ordens religiosas no Portugal medieval (séculos XI-XIV)».
  • 4 de maio, na UCP-Lisboa, António Camões Gouveia participou no Painel «Património religioso e transmissão cultural – preservar e recriar», no âmbito do Colóquio «Religião, Memória e Identidade na Europa».
  • 11 de maio, no Palácio Nacional da Ajuda, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «À mesa está o Rei que Gregório Lopes pintou. Uma gramática de atributos: objetos, ideias e práticas em diálogo», no âmbito dos Colóquios de Primavera DIAITA III «Mesa, cerimónias e rituais».
  • 11 de maio, no Mosteiro de Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma conferência (com Paulo Lopes) sobre «Sejaes fortes a fazer bem e em ello perseverar: o Mosteiro de Alcobaça ao tempo do Abade D. Estevão de Aguiar», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça II: materialidades, temas e problemas».
  • 12 de maio, em Carrapateira-Aljezur, Luís Filipe Oliveira apresentou uma conferência sobre «As ordens religiosas: a Ordem de Santiago», no âmbito da iniciativa «Aljezur: no tempo e na história».
  • 16 de maio, na Sociedade de Geografia de Lisboa, Luís Filipe Thomaz proferiu uma conferência sobre «Esta província, cujo porto agora-tomado tendes Malabar se chama».
  • 17 de maio, em Leiria, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «A ação dos Crúzios de Santa Cruz de Coimbra no território de Leiria-Fátima», no âmbito do Congresso Evocativo do Centenário da Restauração «Processo histórico da diocese de Leiria-Fátima».
  • 18 de maio, em Leiria, Manuel Clemente apresentou uma comunicação sobre «Leiria, de diocese extinta à diocese central», no âmbito do Congresso Evocativo do Centenário da Restauração «Processo histórico da diocese de Leiria-Fátima».
  • 19 de maio, em Leiria, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «As igrejas do pós Concílio Vaticano II na Diocese de Leiria-Fátima», no âmbito do Congresso Evocativo do Centenário da Restauração «Processo histórico da diocese de Leiria-Fátima».
  • 21 de maio, em Coimbra, Gonçalo Brito Graça apresentou uma comunicação sobre «O método escotista e a alimentação em regime de acampamento», no âmbito do 5º Forum-Estudante em História e Culturas da Alimentação.
  • 22 de maio, na UCP-Lisboa, Sérgio Pinto apresentou uma comunicação sobre «Do ensurdecedor silêncio historiográfico», no âmbito do Simpósio «Centenário de Fátima: momento de leitura plural».
  • 22 de maio, na UCP-Lisboa, Paulo Fontes apresentou em mesa redonda sobre «Fátima entre “espaço de experiência” e “horizonte de expectativas”: que possibilidades de conhecimento?», no âmbito do Simpósio «Centenário de Fátima: momento de leitura plural».
  • 26 de maio, na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe (Vila do Bispo), Antónia Fialho Conde participou na Tertúlia «Fé e memória».
  • 27 de maio, no Padrão dos Descobrimentos, António Camões Gouveia conduziu a iniciativa «Visitas conversadas», no âmbito da Exposição «A espantosa variedade do mundo».

Abril

  • 9 de abril, em Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre Iberian memories of the “Nação” in the manuscripts of the Ets Haim – Livraria Montezino», no âmbito do Workshop «The Portuguese Jewish Community of Amsterdam: places of memory».
  • 13 de abril, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «O medievalismo como campo historiográfico», no âmbito do Seminário «Portugal como passado medieval do Brasil. Contextos culturais e políticos de um medievalismo luso tropical».
  • 20 de abril, em Alcobaça, Maria João Branco apresentou uma conferência sobre «Os manuscritos jurídicos da Livraria de Alcobaça e o papel dos monges alcobacenses junto aos primeiros três reis portugueses: notas de investigação, no âmbito do Ciclo de Conferências 2018 «Manuscritos de Alcobaça».
  • 19 de abril, em Lisboa, André de Oliveira Leitão apresentou uma comunicação sobre «A livraria do studium de Lisboa antes da deslocalização quinhentista: que autores e que textos eram lidos na universidade medieval portuguesa?», no âmbito do Workshop «Universidade de Lisboa e os Studia Humanitatis: enquanto o estudo se não mudar».
  • 21 de abril, em Lagoa, Saul António Gomes proferiu a conferência de abertura do Colóquio «Lagoa, poder local e municipalismo», com o tema «Interfaces da História Local na História de Portugal».
  • 25 de abril, em Lisboa, João Luís Fontes apresentou uma conferência sobre «De regresso ao ermo. A reforma arrábida e as propostas da Estreitíssima Observância: caminhos e tensões», no âmbito da iniciativa «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, na UCP-Lisboa, Paulo Fontes moderou a Mesa Redonda sobre «A encíclica Laudato Si do Papa Francisco», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, na UCP-Lisboa, Pedro Lage Correia moderou a Mesa Redonda sobre «Os Franciscanos e a dinamização da mensagem franciscana nas revistas», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, em Lisboa, António Matos Ferreira apresentou uma comunicação sobre «Franciscanismo e Republicanismo: cruzamento de dois itinerários», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, na UCP-Lisboa, António de Sousa Araújo apresentou uma comunicação sobre «Os Colégios Seráficos e a projeção do seu valor formativo», e moderou o Painel sobre «Rumos dos estudos sobre os Franciscanos em Portugal», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, na UCP-Lisboa, Maria Filomena Andrade e Mário Farelo apresentaram uma comunicação sobre «Uma vida de investigação. O espólio de António Domingos de Sousa Costa, OFM (1926-2002)», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, na UCP-Lisboa, Susana Mateus apresentou uma comunicação sobre «Franciscanos Portugueses na Ásia: Espaços, Agentes, Documentos (1500-1834)», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 26 de abril, em Coimbra, José Pedro Paiva proferiu a conferência inaugural do Colóquio «A Europa (quase) toda em Coimbra. Regra e hibridismo na produção escultórica de João de Ruão», com o tema «As “badaladas se dam pera efeito das misas se poderem vir ouvyr”. Coimbra, D. Jorge de Almeida, D. João Soares e o mundo (quase todo) com que João de Ruão se deparou na cidade (1530-1572)».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, António Montes Moreira proferiu uma conferência sobre «Implantação e desenvolvimento da Ordem de Santa Clara em Portugal», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência», que foi moderada por António Camões Gouveia.
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, Luísa Jacquinet apresentou uma comunicação sobre «As Clarissas da Adoração Perpétua: génese e florescimentos de um peculiar ramo da árvore franciscana», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, João Luís Fontes moderou o Painel sobre «As leituras franciscanas da Bíblia», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, Herculano Alves apresentou uma comunicação sobre «S. Francisco e a Palavra de Deus», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «A presença franciscana nas periferias urbanas», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, Isabel Castro Pina moderou o Painel sobre «Os Franciscanos e a Cristandade universal I», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, na UCP-Lisboa, Pedro Lage Correia apresentou uma comunicação sobre «A presença franciscana no Japão (séc. XVI)», no âmbito das Jornadas «Oito séculos de presença franciscana em Portugal – memória e vivência».
  • 27 de abril, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa orientou uma sessão sobre «Comportamento informacional dos historiadores em fontes primárias», no âmbito do Curso Livre «Literacia informacional para a investigação em história».

Março

  • 2 de março, em Lisboa, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Requiescant in pace. Morte e memória no Mosteiro de Alcobaça», no âmbito do I Encontro NOVA-Complutense sobre (a) Ibéria medieval.
  • 2 de março, na UCP-Lisboa, Isidro Lamelas apresentou uma comunicação sobre «As narrativas da paixão nos Padres da Igreja», no âmbito da Jornada de Teologia Bíblica «As Narrativas da Paixão».
  • 2 de março, no Museu de Arte Sacra do Funchal, João Alves da Cunha, proferiu uma conferência sobre «Arquitetura religiosa em Portugal – séculos XX e XXI», no âmbito da iniciativa As Conferências do Museu 2018: questões de arte sacra.
  • 2 de março, em Braga, Zulmira Coelho Santos apresentou uma conferência sobre «Devoção e festa no séc. XVI».
  • 8 de março em Lisboa, Luís Salgado de Matos organizou a apresentação da sua obra Cardeal Cerejeira – um Patriarca de Lisboa no século XX português.
  • 8 de março em Lisboa, Manuel Clemente apresentou a obra Cardeal Cerejeira – um Patriarca de Lisboa no século XX português, da autoria de Luís Salgado de Matos.
  • 9 de março, no Mosteiro de Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira proferiu uma conferência sobre «No coração da liturgia monástica: os colectários de Santa Maria de Alcobaça», no âmbito do Ciclo de Conferências «Manuscritos de Alcobaça».
  • 16 de março, em Lisboa, João Alves da Cunha proferiu uma conferência sobre «A Igreja do Seminário da Luz: história e arquitetura», no âmbito de uma série de conferências assinalando os 50 anos da Igreja Franciscana do Seminário da Luz.
  • 17 de março, em Gondomar, Inês Amorim proferiu uma conferência sobre «Camilo de Oliveira – A Monografia de Gondomar», no âmbito do Ciclo de Conferências “Saídos do Pó”.
  • 20 de março, em Gondomar, Adélio Fernando Abreu proferiu uma conferência sobre «O Seminário do Porto no século XIX», no âmbito de homenagem a D. João de França Castro e Moura (1804-1868).
  • 22 de março, na Academia das Ciências de Lisboa, Luís Carlos Amaral esteve presente no lançamento do volume VII - Livro de Mumadona. Cartulário do Mosteiro de Guimarães, do qual foi o coordenador, que integra a coleção «Monumenta Historica-Nova Série».
  • 23 de março, na Universidade de Coimbra, foi inaugurada a Exposição Documental «Casa das Letras na Casa da Sabedoria», sendo um dos coordenadores científicos José Pedro Paiva.
  • 31 de março, em Lisboa, Luís Salgado de Matos concedeu uma entrevista à TSF, conduzida por Manuel Vilas-Boas, acerca do seu livro Cardeal Cerejeira.

Fevereiro

  • 2 de fevereiro, em Coimbra, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Le comte d’Ourém et la collegiale de Notre-Dame de Misericordie, en 1445», no âmbito da IIe Journée d’Études «La vie communautaire et le service à la communauté. L’exemple canonial et ses répercussions dans le monde laïc (Europe Occidentale, du XIe au XVe siècle)».
  • 2 de fevereiro, em Coimbra, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «Pratiques d’authentification documentaire à Coimbra au Moyen Âge», no âmbito da IIe Journée d’Études «La vie communautaire et le service à la communauté. L’exemple canonial et ses répercussions dans le monde laïc (Europe Occidentale, du XIe au XVe siècle)».
  • 2 de fevereiro, em Coimbra, Maria Cristina Cunha apresentou as conclusões da IIe Journée d’Études «La vie communautaire et le service à la communauté. L’exemple canonial et ses répercussions dans le monde laïc (Europe Occidentale, du XIe au XVe siècle)».
  • 3 de fevereiro, em Leiria, Saul António Gomes apresentou a obra da sua autoria A região de Leiria e as Invasões Francesas.
  • 4 de fevereiro, em Lisboa, Paulo Fontes, Nuno Estevão Miranda Ferreira e Cátia Tuna, apresentaram a obra editada pelo CEHR, Apostolado de Adolescentes e Crianças: história de um movimento, no âmbito do evento de divulgação desta obra, organizado pelo Movimento de Apostolado de Adolescentes e Crianças (MAAC).
  • 9 de fevereiro, em Lisboa, Hermínia Vasconcelos Vilar e Ana Maria S. A. Rodrigues estiveram presentes em Mesa Redonda sobre «Casa e Corte nos Reinos Ibéricos».
  • 18 de fevereiro, Maria do Rosário Morujão colaborou em curso online sobre «Escritura y documentos en la Iberoamérica colonial», organizado pela Universidade Complutense de Madrid.
  • 22 de fevereiro, em Lisboa, Pedro Silva Rei apresentou uma comunicação sobre «”Devoções e espadas”: o lugar do religioso no ideário contra-revolucionário. O poder simbólico de um “Coração-Corado”, identidade e militância», no âmbito do Congresso Internacional «O tempo de D. Miguel: política, ciência, linguagem e memória (1828-1834)».
  • 23 de fevereiro, em Lisboa, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «A Sociedade Bíblica no tempo de D. Miguel: a Bíblia como referencial de liberdade» no âmbito do Congresso Internacional «O tempo de D. Miguel: política, ciência, linguagem e memória (1828-1834)».
  • 26 de fevereiro, Rita Mendonça Leite recebeu o Prémio Liberdade Religiosa 2017, atribuído pela Comissão da Liberdade Religiosa, pelo seu trabalho «O papel da Sociedade Bíblica na construção da liberdade religiosa em Portugal durante a Monarquia Constitucional e a I República».
  • 27 de fevereiro, na UCP-Lisboa, Paulo Fontes (em conjunto com Luís Lóia) orientou o módulo «Era secular – o debate sobre uma ideia», no âmbito do Seminário Modular «Uma era (pós)secular?: religião e mudança global».

Janeiro

-->

  • 17 de janeiro, em Coimbra, Tiago Pires Marques moderou o Painel “Reinterpretações de Fátima”, no âmbito do Colóquio «Fátima no seu centenário: olhares plurais».
  • 30 de janeiro, em Albufeira, Sérgio Ribeiro Pinto apresentou uma comunicação sobre «As múltiplas raízes da secularização nos países de tradição religiosa cristã», no âmbito do Encontro de Atualização do Clero das Dioceses do Algarve, Beja, Évora e Setúbal: «Desafios para uma Igreja “Semper Renovanda”. Secularização, Diálogo, Discernimento».
  • 31 de janeiro, no Porto, Adélio Abreu apresentou uma comunicação sobre «O catolicismo social oitocentista em Portugal e no Porto: a intervenção do cardeal D. Américo», no âmbito das Jornadas de Teologia «As metamorfoses da caridade: a ação social e a igreja do Porto».
  • 31 de janeiro, no Porto, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «O catolicismo social em Portugal e no Porto no século XX», no âmbito das Jornadas de Teologia «As metamorfoses da caridade: a ação social e a igreja do Porto».
  • 31 de janeiro, no Porto, Luís Leal apresentou uma comunicação sobre «A caridade em Padre Américo: alicerces de um conceito-programa», no âmbito das Jornadas de Teologia «As metamorfoses da caridade: a ação social e a igreja do Porto».

2017

Dezembro

  • 2 de dezembro, em Arcos de Valdevez, José António Rocha apresentou uma comunicação sobre «O contributo do Centro de Estudos de História Religiosa para a custódia, organização e divulgação de arquivos pessoais», no âmbito do Congresso Internacional «Casa Nobre. Um património para o futuro».
  • 4 de dezembro, em Lisboa, António Camões Gouveia participou na sessão “Das artes da escrita… em viagem”, com a apresentação de um vídeo de Joaquim Caetano, no âmbito do Colóquio «Renascimentos europeus: diálogo(s) sem fronteira(s)?».
  • 6 de dezembro, no Porto, Zulmira Santos apresentou uma comunicação sobre «Retórica e filosofia na Recreação Filosófica (1751-1800) de Teodoro de Almeida: a «construção» discursiva da divulgação científica» no âmbito das III Jornadas da Sociedade Portuguesa de Retórica.
  • 9 de dezembro, em Leiria, Saul António Gomes apresentou o volume 14 de Cadernos de Estudos Leirienses.
  • 13 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, André de Oliveira Leitão (com Armando Norte) apresentou uma comunicação sobre « “E pur si move…!” From Lisbon to Coimbra and back. A University in Motion throughout Portugal between the 13th and the 16th centuries», no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 14 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, André Evangelista Marques apresentou uma comunicação sobre «A motionless periphery? Reassessing the evidence for navigation, trade and exchange along the shores of northwestern Iberia in the early Middle Ages», no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 15 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, Catarina Fernandes Barreira (com Liliana Silva), apresentou uma comunicação sobre «From inaccessibility to material access of an illuminated codex - a diurnal according to the Bracaran rite preserved in the Braga District Archive», no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 15 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «In the heart of the debate: Portuguese in the General Councils (From Pisa to Basel)», no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 15 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre «The spread of religious renewal in Late Medieval Portugal», no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 15 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, Maria João Branco apresentou os comentários finais no âmbito do Congresso «Medieval Europe in Motion IV. The Middle Ages: a Global Context?».
  • 17 de dezembro, no Mosteiro da Batalha, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Gárgulas do Mosteiro da Batalha – temas e problemas», no âmbito do III Congresso Internacional de Informação Turística CNIT 2017.
  • 19 de dezembro, na Biblioteca Nacional de Portugal, António Camões Gouveia coapresentou a obra A ordem das ordens religiosas: roteiro identitário de Portugal (séculos XII-XVIII) da autoria de Fernanda Maria Guedes de Campos.

Novembro

  • 6 de novembro, no Porto, Maria João Oliveira e Silva e Luís Carlos Amaral apresentaram a obra da sua autoria Os retratos dos bispos do Porto na coleção do Paço Episcopal.
  • 7 de novembro, em Coimbra, José Pedro Paiva apresentou uma comunicação sobre «Impactos do luteranismo no império português: a Ásia e o Brasil (1520-1580)», no âmbito do Colóquio «Lutero e o protestantismo em Portugal».
  • 8 de novembro, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «A viagem do infante D. Pedro – uma deslocação diplomática ao serviço de D. João I?», no âmbito do XII Colóquio Luso-Brasileiro “Raízes Medievais do Brasil Moderno”: «Guerra e diplomacia».
  • 8 de novembro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço orientou uma sessão sobre «Representações cartográficas da China», no âmbito do Curso «Textos e imagens da China Ming-Qing em Portugal».
  • 9 de novembro, na Escuela de Patrimonio Histórico de Nájera (La Rioja, Espanha), Hermínia Vilar apresentou uma comunicação sobre «Exclusão e coesão social na normativa das cidades do centro e sul de Portugal no final da Idade Média», no âmbito dos XIV Encuentros Internacionales del Medievo «Exclusión y disciplina social en la ciudad medieval europea».
  • 9 de novembro, em Coimbra, Saul António Gomes proferiu conferência de abertura sobre «Os judeus em Portugal em tempos medievais», no âmbito do Colóquio Internacional «Diálogos Luso-Sefarditas».
  • 9 de novembro, em Lisboa, Herculano Alves apresentou uma comunicação sobre «Bíblia, tradução e leitura: João Ferreira de Almeida e a construção da lusofonia», no âmbito do Congresso «Um construtor da Modernidade: Lutero – Teses – 500 anos».
  • 10 de novembro, em Arras (França), Luísa Jacquinet apresentou uma comunicação sobre «Entre reformes, entre frontières: histoire et mémoire de la fondation du «Monastère des Flamandes» à Lisbonne», no âmbito da Troisième Journée d’Études “La Renaissance dans les provinces spetentrionales”: «Les reformes religieuses dans les anciens Pays-Bas (XVIe-XVIIe siècles)».
  • 10 de novembro, em Lisboa, Anna Lucia Collyer Adamovicz apresentou uma comunicação sobre «Representações da reforma protestante na imprensa batista», no âmbito do Congresso «Um construtor da Modernidade: Lutero – Teses – 500 anos».
  • 11 de novembro, em Lisboa, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «A herança luterana no processo de consolidação da Sociedade Bíblica Britânica e estrangeira (1804-1904)», no âmbito do Congresso «Um construtor da Modernidade: Lutero – Teses – 500 anos».
  • 12 de novembro, no Padrão dos Descobrimentos, António Camões Gouveia apresentou um enquadramento histórico das temáticas da escravatura e do racismo presentes na Exposição «Atlântico Vermelho» sobre a obra da artista plástica Rosana Paulino (São Paulo).
  • 14 de novembro, em Lisboa, Hermínia Vilar apresentou uma comunicação sobre «Desafiar o mar em tempo de guerra? A ação de D. Fernando no contexto europeu», no âmbito do XV Simpósio de História Marítima «O mar como futuro de Portugal (c. 1223-c. 1448) – a propósito da contratação de Manuel Pessanha como Almirante por D. Dinis».
  • 15 de novembro, em Lisboa, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «As ordens militares e a guerra no mar», no âmbito do XV Simpósio de História Marítima «O mar como futuro de Portugal (c. 1223-c. 1448) – a propósito da contratação de Manuel Pessanha como Almirante por D. Dinis».
  • 15 de novembro, em Lisboa, José Marques apresentou uma comunicação sobre «Póvoas marítimas do Norte de Portugal: primórdios e repercussões político-administrativas, económicas e sociais», no âmbito do XV Simpósio de História Marítima «O mar como futuro de Portugal (c. 1223-c. 1448) – a propósito da contratação de Manuel Pessanha como Almirante por D. Dinis».
  • 15 de novembro, no Porto, João Alves da Cunha fez parte do júri das provas de doutoramento do Arquiteto João Luís Marques sobre «A Igreja na cidade, serviço e acolhimento, arquitetura portuguesa 1950-1975».
  • 16 de novembro, em Seia, Lúcia Moura apresentou uma comunicação sobre «III JH_Séc. XX e o final do milénio – republicanismo em Seia», no âmbito das XX Jornadas Históricas «O caminho faz-se caminhando…: memória histórica dos 20 anos das Jornadas Históricas de Seia».
  • 16 de novembro, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou o Painel “As experiências espirituais dentro e fora da cidade”, no âmbito do 1º Seminário Internacional «Arquitetura da Alma: a construção do ermo dentro e fora da cidade».
  • 16 de novembro, em Lisboa, João Luís Inglês Fontes apresentou uma comunicação sobre «Entre o ermo e a cidade: homens e mulheres da pobre vida em Portugal nos finais da Idade Média», no âmbito do 1º Seminário Internacional «Arquitetura da Alma: a construção do ermo dentro e fora da cidade».
  • 16 de novembro, em Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Cativos no Mediterrâneo (séculos XVI e XVII): percursos e narrativas de conversão dos cristãos-novos portugueses», no âmbito do Congresso Internacional «Cervantes e os mares, nos 400 anos do Persiles».
  • 16 de novembro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço moderou a Mesa de Comunicações sobre “Histórias culturais, sociais e políticas no tempo de Cervantes”, no âmbito do Congresso Internacional «Cervantes e os mares, nos 400 anos do Persiles».
  • 18 de novembro, na Lourinhã, João Luís Inglês Fontes moderou a sessão “Um bispo em contexto”, no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente: um arcebispo em tempos de mudança».
  • 18 de novembro, na Lourinhã, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «O Papado no tempo de D. Lourenço Vicente: de Avinhão ao Cisma do Ocidente», no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente: um arcebispo em tempos de mudança».
  • 18 de novembro, na Lourinhã, José Marques apresentou uma comunicação sobre «O arcebispo na crise da independência e Cisma do Ocidente: aspetos pastorais», no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente: um arcebispo em tempos de mudança».
  • 18 de novembro, na Lourinhã, Maria dos Anjos Luís, em conjunto com Teresa Faria de Sousa fez uma visita guiada e comentada à Igreja de Santa Maria do Castelo, no âmbito do Colóquio «D. Lourenço Vicente: um arcebispo em tempos de mudança».
  • 19 de novembro, em Leiria, Saul António Gomes apresentou uma conferência sobre «A presença franciscana em terras de Leiria», no âmbito das comemorações do 125º aniversário da restauração do Convento da Portela (Leiria).
  • 20 de novembro, em Lisboa, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação (com Maria Alessandra Bilotta) sobre «A representação da arquitetura gótica nos selos portugueses: cronologia e tipologias», no âmbito III Congresso Internacional do Tardo-Gótico «Da traça à edificação: a arquitetura dos séculos XV e XVI em Portugal e na Europa».
  • 20 de novembro, em Lisboa, Mário Farelo apresentou uma conferência sobre «Nas imediações do porto. A presença italiana na Rua Nova da Lisboa (séc. XV)», no âmbito do 7º Ciclo de Conferências Relações Luso-Italianas «Chi fa aquesto caminho è ben navigato. Culturas e dinâmicas nos portos de Itália e Portugal (sécs. XV-XVIII)».
  • 21 de novembro, em Lisboa, Manuel Clemente coapresentou (em conjunto com Marcelo Rebelo de Sousa) a obra Portugal Católico: a beleza na diversidade.
  • 23 de novembro, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «O trabalho em arquivos de família na FCSH, 2008-2017: balanço e resultados», no âmbito do Seminário Permanente História Institucional e Política».
  • 23 de novembro, em Lisboa, João Camacho apresentou uma comunicação sobre «Experiência didática como comédia fílmica – O Grande Ditador como conteúdo de aprendizagem», no âmbito do Congresso «Humor – e agora um congresso completamente diferente».
  • 25 de novembro, em Monção, Luís Carlos Amaral apresentou uma comunicação sobre «Do Noroeste hispânico para Roma: em torno do percurso eclesiástico do arcebispo bracarense D. Maurício Burdino (1109-1118)», no âmbito do Colóquio Internacional «Alto Minho nas origens e formação de Portugal».
  • 25 de novembro, em Monção, José Marques foi homenageado no Colóquio Internacional «Alto Minho nas origens e formação de Portugal», onde fez uma intervenção.
  • 25 de novembro, em Lisboa, Luís Filipe Thomaz apresentou uma comunicação sobre «Os portugueses e o comércio de metais amoedáveis na Índia quinhentista», no âmbito do Troisièmes Rencontres de Numismatique Asiatique: «Les monnaies de l’empire portugais d’Asie (XVIe-XXe siècles)».
  • 27 de novembro, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Corte régia e observâncias mendicantes», no âmbito da VII Jornada de Estudo do Grupo de Investigação de Estudos de Corte e Diplomacia: «A corte régia e a igreja: religiosidade, memória e poder (séculos XIII-XV)».
  • 27 de novembro, em Lisboa, Sérgio Ribeiro Pinto moderou o Workshop «A instrumentalidade sócio-política de Fátima».
  • 28 de novembro, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou a comunicação «Introdução: enquadramentos historiográficos», no âmbito do Seminário sobre o estudo da História e intervenção social: «”Ethical turn”, História «Engajada», arquivos da(e) comunidade(s): estudo da História e intervenção social».

Outubro

  • 4 de outubro, no Porto, Luís Leal proferiu uma conferência sobre «A proposta pedagógica (humanista e cristã) de Padre Américo: intuições de ontem, desafios de sempre», no âmbito das atividades do Colégio Luso-Francês.
  • 5 de outubro, em Castelo de Vide, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «Sinais multiformes de identidade: as confrarias da Lisboa medieval», no âmbito das II Jornadas Internacionais de Idade Média: «Espaços e poderes na Europa urbana medieval».
  • 5 de outubro, em Castelo de Vide, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «Espaços citadinos e sinais de identidade: catedrais, colegiadas e os seus selos no Portugal medieval», no âmbito das II Jornadas Internacionais de Idade Média: «Espaços e poderes na Europa urbana medieval».
  • 5 de outubro, em Castelo de Vide, Luís Filipe Oliveira moderou a sessão sobre «Formas simbólicas de identificação das elites urbanas medievais portuguesas II», no âmbito das II Jornadas Internacionais de Idade Média: «Espaços e poderes na Europa urbana medieval».
  • 6 de outubro, em Castelo de Vide, Maria João Branco moderou a sessão sobre «Judeus e cristãos nas cidades medievais portuguesas: espaços e práticas», no âmbito das II Jornadas Internacionais de Idade Média: «Espaços e poderes na Europa urbana medieval».
  • 6 de outubro, em Braga, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «Retumbos da restauração em Macau e Manila: os irmãos Dias de Montoya entre as Inquisições do México e de Goa», no âmbito do Colóquio «Rostos da Diáspora Sefardita (séculos XVI-XVIII)».
  • 6 de outubro, em Braga, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Isabel (Rebecca) Correia, poetisa e tradutora da Comunidade Sefardita de Amsterdão (século XVII)», no âmbito do Colóquio «Rostos da Diáspora Sefardita (séculos XVI-XVIII)».
  • 9 de outubro, em Lisboa, Paula Borges Santos apresentou uma comunicação sobre «Domingos Fezas Vital: um corporativismo personalista?», no âmbito do Seminário Os doutrinadores do corporativismo português (1933-1974).
  • 9 de outubro, em Lisboa, Nuno Estevão Ferreira apresentou uma comunicação sobre «José Pires Cardoso: teorização e limitações da segunda arrancada corporativa», no âmbito do Seminário Os doutrinadores do corporativismo português (1933-1974).
  • 11 de outubro, em Lisboa, Paulo Fontes apresentou a obra Frei Betto. Biografia, da autoria e Américo Freire e Evanize Sydow, no âmbito da apresentação da Série Editorial «Conexões Lusófonas» do Instituto de Ciências Sociais.
  • 11 de outubro, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues moderou uma sessão no III Seminário «Casamentos régios: êxitos e fracassos».
  • 11 de outubro, em Lisboa, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «A consanguinidade na Família Real Portuguesa: os matrimónios de D. Maria I e do seu filho primogénito D. José», no âmbito do III Seminário «Casamentos régios: êxitos e fracassos».
  • 11 e 12 de outubro, em Lisboa, Paula Borges Santos foi um dos coordenadores do XXV Curso de Verão do Instituto de História Contemporânea «Punir o inimigo: justiça politica nas ditaduras e democracias do século XX».
  • 12 de outubro, em Lisboa, Bruno Reis apresentou uma comunicação sobre «Golpes e pronunciamentos militares, sucessos e fracassos: Brasil 1955/1964, Portugal 1961/1974», no âmbito do Colóquio Internacional «Ditaduras e democracias em português».
  • 12 de outubro, em Braga, António Sousa Araújo apresentou uma comunicação sobre «Braga ao tempo de D. Rodrigo de Moura Teles», no âmbito de «Os sete castelos»: Congresso de Homenagem a D. Rodrigo de Moura Teles.
  • 12 de outubro, em Braga, Francisco Senra Coelho apresentou uma comunicação sobre «Dom Rodrigo de Moura Teles e a Igreja beneditina de Nossa Senhora do Terço em Barcelos», no âmbito de «Os sete castelos»: Congresso de Homenagem a D. Rodrigo de Moura Teles.
  • 12 de outubro, em Tomar, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «A festa de Corpus Christi no Mosteiro de Alcobaça nos séculos XIV e XV», no âmbito do Colóquio «Equipamentos monásticos e prática espiritual».
  • 13 de outubro, em Tomar, João Luís Fontes e Maria Filomena Andrade apresentaram a comunicação «Espaço e vida monástica: a cartuxa de Évora entre a fundação quinhentista e a renovação pós-conciliar da vida religiosa», no âmbito do Colóquio «Equipamentos monásticos e prática espiritual».
  • 13 de outubro, em Coimbra, Cristina Cunha proferiu uma conferência sobre «Chancelaria e arquivo: escrever e guardar documentos régios», no âmbito do Seminário de Investigação: Problemas e metodologias I, do Curso de 3º Ciclo em História.
  • 13 de outubro, no Porto, Maria Luísa Jacquinet participou na Mesa-Redonda «Guias e caminhos da teologia mística na Europa Moderna», por ocasião da edição da tradução portuguesa coeva do Guia Espiritual de Miguel de Molinos (1675).
  • 13 de outubro, em Braga, José Paulo Abreu moderou a 6ª sessão e apresentou uma comunicação sobre «D. Rodrigo de Moura Teles e Cabido da Sé de Braga, no âmbito de «Os sete castelos»: Congresso de Homenagem a D. Rodrigo de Moura Teles.
  • 14 de outubro, em Braga, José Paulo Abreu conduziu uma Visita Guiada à Exposição «Os Sete Castelos: vida e obra de D. Rodrigo de Moura Teles», patente no Museu Pio XII, no âmbito de «Os sete castelos»: Congresso de Homenagem a D. Rodrigo de Moura Teles.
  • 14 de outubro, em Braga, José Paulo Abreu, em conjunto com Rogério Sousa, conduziu uma Visita Guiada ao escadório do Bom Jesus do Monte, no âmbito de «Os sete castelos»: Congresso de Homenagem a D. Rodrigo de Moura Teles.
  • 14 de outubro, em Lisboa, Paulo Fontes moderou o painel «Contextos», no âmbito das III Jornadas de Liturgia, Arte e Arquitectura «Património Moderno da Igreja».
  • 14 de outubro, em Lisboa, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «Património classificado: Igrejas de Moscavide e do Bairro da Tabaqueira (Rio e Mouro)», no âmbito das III Jornadas de Liturgia, Arte e Arquitectura «Património Moderno da Igreja».
  • 18 de outubro, na Academia Portuguesa de História, José Pedro Paiva apresentou uma comunicação sobre «Os bispos cortesãos nos reinados de D. Manuel I e D. João III.
  • 19 de outubro, em Lisboa, Catarina Barreira apresentou uma comunicação sobre «Em torno dos manuscritos litúrgicos do scriptorium de Alcobaça. Unanimidade e identidade», no âmbito da Interdisciplinary Conference on Iberian Manuscripts.
  • 20 de outubro, em Lisboa, Maria João Branco moderou a sessão «Producing knowledge on Iberian Maniscripts II» no âmbito da Interdisciplinary Conference on Iberian Manuscripts.
  • 20 de outubro, no Porto, Luís Leal proferiu uma conferência sobre «“Pobreza” e “Caridade” no Portugal contemporâneo: o olhar (teológico) e a ação (social) do Pe. Américo Monteiro e Aguiar», no âmbito do Seminário Permanente 2017/2018 «Representações dos Pobres: espiritualidade, estética, sociologia» (FLUP).
  • 20 de outubro, no Porto, Herculano apresentou uma comunicação sobre «As leituras da Bíblia no tempo de São Francisco de Assis», no âmbito das Jornadas «Oito século de presença franciscana – memória e vivência».
  • 20 de outubro, no Porto, António de Sousa Araújo apresentou uma comunicação sobre «O Colégio de Santo António de Tuy (1917/43) e outros centros de refúgio de franciscanos portugueses na Galiza», no âmbito das Jornadas «Oito século de presença franciscana – memória e vivência».
  • 20 de outubro, em Alcobaça, Saul António Gomes proferiu uma conferência sobre «O Mosteiro de Alcobaça em tempo de reforma», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 20 de outubro, em Alcobaça, Luís Amaral proferiu uma conferência sobre «Sinais de reforma da Igreja em Portugal no outono da Idade Média», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 20 de outubro, em Alcobaça, Maria de Lurdes Correia Fernandes proferiu uma conferência sobre «Tempos da Congregação de Alcobaça, tempos pós-Trento: livros, leituras espirituais e devoções nos finais de Quinhentos», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 20 de outubro, no Porto, Adélio Abreu apresentou uma comunicação sobre «A afirmação de Fátima no catolicismo da época (1917-1930)», no âmbito do Congresso «Re(visões) de Fátima».
  • 21 de outubro, em Alcobaça, Zulmira Santos proferiu uma conferência sobre «Nas margens do texto: legitimação e identidade na «Alcobaça Ilustrada» (1710) de Frei Manuel dos Santos (1672-1740)», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 21 de outubro, em Alcobaça, Maria Antónia Conde proferiu uma conferência sobre «A Congregação de Santa Maria de Alcobaça (1567) e o contexto cisterciense europeu: modelos de resposta dos mosteiros femininos do Sul de Portugal», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 21 de outubro, em Alcobaça, Helena Osswald proferiu uma conferência sobre «Memória e identidade nos escritos cronísticos e historiográficos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça (sécs. XVI-XVII)», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 21 de outubro, em Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «A liturgia estacional no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça antes e depois da fundação da Congregação (sécs. XV-XVIII)», no âmbito do Congresso Internacional «450 anos da Congregação de Santa Maria de Alcobaça».
  • 21 de outubro, no Porto, Luís Leal proferiu uma conferência sobre «P. Américo Monteiro de Aguiar: um “teólogo da ação”», no âmbito da Sessão Solene Início do Ano Letivo do Centro de Cultura Católica.
  • 21 de outubro, em Fátima, Margarida Rézio participou na sessão «Padre João de Marchi e a divulgação da mensagem de Fátima» no âmbito do encerramento da Exposição «A minha romagem a Fátima».
  • 21 de outubro, em Fátima no Consolata Museu, Margarida Rézio participou numa sessão sobre «João De Marchi e a mensagem de Fátima no mundo», no âmbito da Exposição «A minha romagem à Fátima – Padre João de Marchi», da qual é um dos Comissários. Na mesma ocasião apresentou a monografia Itinerário missionário do Padre João De Marchi, de que é coautora (com Gonçalo Cardoso).
  • 23 de outubro, em Madrid, José António Rocha e Paulo Fontes apresentaram uma comunicação sobre «To be (digital) or not to be. Making archives accessible to society: a brief outlook on the Portuguese landscape», no âmbito do ICARUS Meeting «The age of technology: documents, archives and society».
  • 26 de outubro, em Leiria, Catariana Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Conhecer e divulgar os manuscritos iluminados do Mosteiro de Alcobaça», no âmbito do Congresso Internacional de Património Cultural e Intervenção Artística.
  • 27 de outubro, em Coimbra, Zulmira Santos proferiu uma conferência sobre «Espiritualidade e política na 2ª metade do século XVIII»; no âmbito do Seminário de Investigação: Problemas e metodologias I, do Curso de 3º Ciclo em História da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
  • 27 de outubro em Fátima no Consolata Museu, Margarida Rézio esteve presente no encerramento da Exposição «A minha romagem à Fátima – Padre João de Marchi», da qual é Comissária (com Gonçalo Cardoso), que esteve patente ao público desde 5 de maio.
  • 31 de outubro, em Lisboa, António Camões Gouveia (com pastor Tiago Cavaco), orientou uma visita guiada/diálogo em torno das peças da Igreja e Museu de São Roque subordinada ao tema «Representações e reformas: outras leituras», no âmbito do Encontro «500 anos da Reforma Protestante – ecos e influências em Portugal».
  • 31 de outubro, em Torres Vedras, Manuel Clemente apresentou a obra A população do Patriarcado de Lisboa (1717-1748), da autoria de João Cosme.
  • Catarina Fernandes Barreira ficou em 5º lugar ex aequo na Edição 2017 - Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica da NOVA FCSH a investigadores (relativo a 2016), com um total de quatro publicações elegíveis indexadas à Web of Science e à Scopus.

Setembro

  • 8 de setembro, em Lisboa, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «Quando o arquivo da família fez toda a diferença… O caso dos Nogueiras em Lisboa (finais do séc. XIII-primeira metade do séc. XV)», no âmbito da iniciativa Arquivos de Família & Investigação: História Medieval.
  • 8 de setembro, em Loulé, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «A conquista, o orago e os priores de Loulé», no âmbito do Encontro de História de Loulé.
  • 9 de setembro, em Loulé, Daniel Giebels apresentou uma comunicação sobre «Loulé em processos da Inquisição (sécs. XVI-XVIII)», no âmbito do Encontro de História de Loulé.
  • 11 de setembro, em Lisboa, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «Eclesiásticos na diplomacia da Coroa portuguesa no contexto da Guerra dos Cem Anos (1337-1453)», no âmbito do Encontro Internacional «A geopolítica dos eclesiásticos através das crónicas no contexto da Guerra dos Cem Anos (1337-1453)».
  • 12 de setembro, em Lisboa, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «A literacia da população judaica no Portugal medieval: elementos para o seu conhecimento», no âmbito do Colóquio Internacional «Manuscritos judaicos medievais na Península Ibérica».
  • 13 de setembro, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues moderou uma sessão no âmbito do Colóquio Internacional «Manuscritos judaicos medievais na Península Ibérica».
  • 13 de setembro, em Lisboa, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «A literacia da população judaica no Portugal medieval: elementos para o seu conhecimento», no âmbito do Colóquio Internacional «Manuscritos judaicos medievais na Península Ibérica».
  • 14 de setembro, em Lisboa, Maria Teresa Amado apresentou uma comunicação sobre «O olhar e a cegueira: justiça divina e justiças humanas», no âmbito do III Workshop Internacional «Mudanças e continuidades. História global, cultura visual e itinerâncias».
  • 15 de setembro, em Évora, António Camões Gouveia moderou um painel sobre «Espaços temporais e espaços espirituais», no âmbito da V Residência Cisterciense S. Bento de Cástris «Espaços e tempos da vida monástico-conventual».
  • 15 de setembro, em Évora, António Camões Gouveia moderou um painel sobre «Espaços temporais e espaços espirituais», no âmbito da V Residência Cisterciense S. Bento de Cástris «Espaços e tempos da vida monástico-conventual».
  • 15 de setembro, em Évora, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «Configurar os espaços monásticos no feminino: inclusão familiar, protagonismo e devoção. Os Perdigões e o mosteiro de Cástris (sécs. XIV-XV)», no âmbito da V Residência Cisterciense S. Bento de Cástris «Espaços e tempos da vida monástico-conventual».
  • 15 de setembro, em Évora, Antónia Fialho Conde apresentou o “Projeto Acqua Viva – Da cerca da Mitra” (em conjunto com Olga Magalhães, Madalena Moreira, Francisco Brito, Sylvie Claro e Ivo Santos), no âmbito da V Residência Cisterciense S. Bento de Cástris «Espaços e tempos da vida monástico-conventual».
  • 16 de setembro, em Lisboa, Catarina Fernandes Barreira apresentou o Projeto “Cister.Hor. Horizontes cistercienses. Estudar e caracterizar um scriptorium medieval e a sua produção: Alcobaça. Identidades locais e uniformidade litúrgica em diálogo”, no âmbito da Assembleia Geral da Sociedade Portuguesa de Estudos Medievais.
  • 16 de setembro, João Luís Fontes orientou uma Visita aos Conventos de São Paulo e dos Capuchos de Alferrara, no âmbito da V Residência Cisterciense S. Bento de Cástris «Espaços e tempos da vida monástico-conventual».
  • 22 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «Mando sepelire corpus meum: os locais de sepultura dos bispos medievais», no âmbito do Congresso Internacional «Loci Sepulcralis – pantheons and other places of memory and burial in the Middle Age».
  • 23 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Panteões régios portugueses na época medieval», no âmbito do Congresso Internacional «Loci Sepulcralis – pantheons and other places of memory and burial in the Middle Age».
  • 23 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «Lisbonne, la Croisade et la mémoire (XIIe-XVe siècles)», no âmbito do Congresso Internacional «Loci Sepulcralis – pantheons and other places of memory and burial in the Middle Age».
  • 23 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Santa Maria of Alcobaça, sepulchrum monachorum and royal pantheon», no âmbito do Congresso Internacional «Loci Sepulcralis – pantheons and other places of memory and burial in the Middle Age».
  • 23 de setembro, em Alcobaça, José Marques apresentou uma comunicação sobre «D. João d’Ornelas, Abade», no âmbito do Ciclo de Conferências «Luzes e sombras: Alcobaça no processo régio».
  • 25 de setembro, em Lisboa, Susana Bastos Mateus proferiu uma conferência sobre «Judeus portugueses no porto de Livorno. Entre o quotidiano e o comércio internacional (séc. XVII)», no âmbito do 7º Ciclo de Conferências Relações Luso-Italianas «Culturas e dinâmicas nos portos de Itália e Portugal (sécs. XV-XVIII)».
  • 25 de setembro, no Porto, Luís Carlos Amaral moderou um painel sobre “Missão em Moçambique à luz do Concílio Vaticano II: memória e testemunho missionário,”, no âmbito do Seminário Internacional «Missionários e Missões na África à luz do pensamento social cristão novecentista».
  • 26 de setembro em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço lançou a obra da sua autoria A articulação da periferia: Macau e a Inquisição de Goa (c. 1582-c. 1650).
  • 27 de setembro, em Lisboa, Antónia Fialho Conde coapresentou (com Catarina Miguel, Isabel Cid e Horácio Peixeiro) a obra Lux Anima. Iluminuras na Biblioteca de Évora.
  • 29 de setembro, em Lisboa, Catarina Fernandes Barreira participou como coordenadora do Atelier IEM FCSH NOVA; CEHR UCP e FCT NOVA «A produção de manuscritos iluminados no Mosteiro de Alcobaça na Idade Média» (em conjunto com João Luís Fontes e Paula Nabais), no âmbito da Noite Europeia dos Investigadores 2017.

Julho

  • 3 de julho, em Lisboa, Paulo F. de Oliveira Fontes apresentou uma comunicação sobre «História, memória e mediações culturais do religioso», na Sessão Paralela “12. Cultura e património cultural: (a) Herança cultural”, no âmbito do Encontro Ciência ’17: encontro com a ciência e tecnologia em Portugal, organizado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
  • 3 de julho, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou a Sessão Paralela “Outros programas estruturantes: C2. ciência e cultura”, no âmbito do Encontro Ciência ’17: encontro com a ciência e tecnologia em Portugal, organizado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
  • 3 de julho, em Lisboa, José António Rocha fez uma demonstração do Portal de História Religiosa no âmbito do Encontro Ciência ’17: encontro com a ciência e tecnologia em Portugal, organizado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
  • 6 de julho, em Lisboa, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Diurnal segundo o rito bracarense (ms. 1 do Arquivo Distrital de Braga)», no âmbito do Seminário Diversidade e Singularidade do Manuscrito Medieval – uma visão interdisciplinar, organizado pelo Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Universidade do Minho, Instituto de Estudos Medievais (FCSH-NOVA).
  • 6 de julho, em Lisboa, Bruno Cardoso Reis interveio em Mesa Redonda sobre «Memórias e História do Estado Novo», no âmbito do Seminário Passados próximos: memória e história, organizado pelo Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
  • 7 de julho, em Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira encerrou o Ciclo de Conferências Manuscritos de Alcobaça, do qual foi a coordenadora científica e que foi organizado pelo Mosteiro de Alcobaça e Instituto de Estudos Medievais (FCSH-NOVA).
  • 8 de julho, na Batalha, Carlos Azevedo proferiu uma conferência sobre «Portugal diante do futuro do ser humano: visão cristã para uma cultura da felicidade», no âmbito das Conferências do Mosteiro 2017, organizadas pelo Mosteiro da Batalha.
  • 10 de julho, em Fátima, Ana Maria Jorge, apresentou o tema «O Papado: das origens à Idade Média», no âmbito da 2ª edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima: Fátima e os Papas: em homenagem a Luciano Coelho Cristino.
  • 10 de julho em Fátima, António Matos Ferreira apresentou o tema «O Papado nas Épocas Moderna e Contemporânea», no âmbito da 2ª edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima: Fátima e os Papas: em homenagem a Luciano Coelho Cristino.
  • 10 de julho, em Fátima, Bruno Cardoso Reis apresentou o tema «Pio XII e Fátima: a ação e o pensamento», no âmbito da 2ª edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima: Fátima e os Papas: em homenagem a Luciano Coelho Cristino.
  • 12 de julho, em Lisboa, Paulo Alexandre Alves, apresentou uma comunicação sobre «Uma cidade culturalmente fervilhante? O comércio de livros no final da Lisboa Oitocentista (1890-1910)», no âmbito da iniciativa Novos estudos & novos olhares sobre a cidade: Lisboa do terramoto à revolução de abril, organizado pelo Instituto de História Contemporânea, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas-NOVA e União de Associações do Comércio e Serviços.
  • 14 de julho, em Braga, José Paulo Abreu apresentou uma comunicação sobre «A Coroa de Braga», no âmbito do Colóquio Património cultural religioso: memória e identidade: a Misericórdia de Braga: devoção, generosidade e arte, organizado pela Universidade do Minho (CEHUM/ILCH).
  • 15 de julho, em Braga, Zulmira Coelho Santos apresentou uma comunicação sobre «Céu de graça, inferno custozo (1692) de Luís Álvares SJ: património literário e cultura visual no Barroco em Portugal», no âmbito do Colóquio Património cultural religioso: memória e identidade: a Misericórdia de Braga: devoção, generosidade e arte, organizado pela Universidade do Minho (CEHUM/ILCH).
  • 21 de julho, em Lisboa, Maria Filomena Andrade coordenou a seção “Livros e Bibliotecas-Painel IX”, no âmbito do Congresso Internacional Os Carmelitas no mundo luso-hispânico: história, arte e património, coorganizado pelo CEHR.
  • 21 de julho, em Lisboa, Ana Assis Pacheco apresentou uma comunicação sobre «Dona Marianna de Cardenes, fundadora de ermidas de devoção e ermidas de habitação no Buçaco e Arrábida (séc. XVII)», no âmbito do Congresso Internacional Os Carmelitas no mundo luso-hispânico: história, arte e património, coorganizado pelo CEHR.
  • 22 de julho, em Lamego, José Paulo Leite de Abreu apresentou a obra Retábulos na diocese de Lamego, em sessão organizada pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e Diocese de Lamego.

Junho

  • 2 de junho, na UCP-Lisboa, António Matos Ferreira proferiu uma conferência sobre «Diálogo entre religiões nas nossas universidades católicas», no âmbito da Assembleia Geral da Federação de Universidades Católicas da Europa (FUCE).
  • 6 de junho, em Lisboa, Susana Bastos Mateus proferiu uma conferência sobre «A portuguesa Grácia Naci e a sua aventura marítima na diáspora».
  • 8 de junho, em Lisboa, Paulo Fontes comentou a intervenção de José Guedes de Sousa sobre «História e memória disciplinar no Estado Novo» no âmbito do Seminário Passados próximos: memória e história.
  • 12 de junho, no Porto, Hermínia Vasconcelos Vilar apresentou a obra Um poder entre poderes: nos 900 anos da restauração da Diocese do Porto e da construção do Cabido Portucalense, editada pelo CEHR.
  • 16 de junho, em Coimbra, Saul António Gomes apresentou uma palestra sobre «800 anos da presença franciscana em Portugal», no âmbito das Jornadas Oito séculos de presença franciscana: memória e vivência.
  • 16 de junho, em Coimbra, José Pedro Paiva moderou o «Painel da 1ª Ordem em Coimbra», no âmbito das Jornadas Oito séculos de presença franciscana: memória e vivência.
  • 16 de junho, em Lisboa (Feira do Livro), Inês Amorim apresentou a obra Os Açores e o Atlântico. Estudos de História Económica (séculos XV-XVII), coordenada por Artur Teodoro de Matos.
  • 16 de junho, em Alfândega da Fé, Francisco Senra proferiu um conferência sobre «A maternidade espiritual de Maria no Concílio Vaticano II», no âmbito do Congresso Maria, mãe para o 3º milénio.
  • 17 de junho, em Bragança, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Uma “comunidade” em perigo. Ritmos e dinâmicas da perseguição da Inquisição de Lisboa aos cristãos-novos (1537-1550)», no âmbito do Congresso Internacional Identidade e memória sefardita: história e atualidade.
  • 17 de junho, em Bragança, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «Houve uma visitação inquisitorial a Macau nos finais do século XVI? Capitães-mores da viagem do Japão e cristãos-novos nos mares do Sul da China», no âmbito do Congresso Internacional Identidade e memória sefardita: história e atualidade.
  • 17 de junho, em Bragança, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Presença judaica e cristã-nova na antiga Estremadura portuguesa», no âmbito do Congresso Internacional Identidade e memória sefardita: história e atualidade.
  • 19 de junho, em Lisboa, José Pedro Paiva proferiu a conferência inaugural do Colóquio Internacional Martinho Lutero e o novo rosto político-religioso da Europa, sobre «Impactos do luteranismo no império português: a Ásia e o Brasil (1520-1580)».
  • 19 de junho, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou uma sessão do Colóquio Internacional Martinho Lutero e o novo rosto político-religioso da Europa.
  • 19 de junho, em Évora, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «A intervenção do MRAR – Movimento de Renovação da Arte Religiosa (1953-1969): contributos para a construção da oposição católica», no âmbito do Seminário Os intelectuais portugueses durante o Estado Novo: percursos e posicionamentos.
  • 20 de junho, em Lisboa, Maria João Branco proferiu uma palestra (em colaboração) sobre «Espaços de institucionalização de poderes: em torno de catedrais e mesquitas na Ibéria medieval (sécs. XI-XIII)», no âmbito do Workshop Internacional Dialogues in Late Medieval Mediterranean: the cultural legacy of Western Islamic Societies.
  • 21 de junho, em Lisboa, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «Políticas de matrimónio de D. Sancho I», no âmbito da Conferência Rainhas, Pescas e Cruzadas: Portugal e Dinamarca desde os Vikings até à era dos Descobrimentos.
  • 21 de junho, em Lisboa, Hermínia Vilar interveio no Painel «Mulheres historiadoras e na Academia», no âmbito do Colóquio em Homenagem a Virgínia Rau: Falar de mulheres. Investigar e fazer história.
  • 21 de junho, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues interveio no Painel «Percursos e desafios na história das mulheres», no âmbito do Colóquio em Homenagem a Virgínia Rau: Falar de mulheres. Investigar e fazer história.
  • 21 de junho, em Fátima, Tiago Marques proferiu uma conferência sobre «Taumaturgia em Fátima», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 21 de junho, em Fátima, Margarida Rézio apresentou uma comunicação sobre «Fátima, espaço de fé: peregrinos e peregrinações, ontem e hoje», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 21 de junho, em Fátima, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «Modernidade e tradição na arquitetura e liturgia de uma obra singular: a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Lisboa (1934-1938)», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 22 de junho, em Fátima, Paulo Fontes proferiu uma conferência sobre «Fátima e as dinâmicas pastorais em Portugal», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 22 de junho, em Fátima, Bruno Cardoso Reis (em conjunto com José Eduardo Franco) apresentou uma comunicação sobre «Fátima, de lugar sagrado nacional a lugar sagrado global», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 22 de junho, em Fátima, Adélio Abreu apresentou uma comunicação sobre «As formas de expressão devocional antes e ao tempo dos acontecimentos de Fátima», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 22 de junho, em Fátima, Jacinto Guerreiro (em conjunto com Dina Henriques) apresentou uma comunicação sobre «Luiza Andaluz: uma protagonista do acontecimento de Fátima», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 22 de junho, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa moderou uma sessão no âmbito do Ciclo de Seminários Arquivos & História: estado(s) da(s) arte(s).
  • 23 de junho, em Fátima, António Matos Ferreira proferiu uma conferência sobre «Fátima e Roma», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 23 de junho, em Fátima, David Soares apresentou uma comunicação sobre «Peregrinas a caminho de Fátima: reflexões antropológicas sobre o “empoderamento”», no âmbito do Congresso Internacional do Centenário de Fátima: Pensar Fátima.
  • 23 de junho, em Alcobaça, Catarina Fernandes Barreira (em colaboração) proferiu uma conferência sobre «Reconstituição de uma procissão pelos defuntos no Mosteiro de Alcobaça, a partir de um manuscrito descoberto em Salzedas», no âmbito do Ciclo de Conferências Manuscritos de Alcobaça.
  • 28 de junho, em Lisboa, Bruno Cardoso Reis apresentou uma comunicação sobre «Fátima: a procura do milagre da paz e o choque de culturas», no âmbito do Colóquio Internacional Ninguém sabe o que quer: a Grande Guerra e a crise dos cânones culturais portugueses.
  • 29 de junho, no Porto, Luís Manuel da Cruz Leal lecionou no Curso Livre de Verão «Figuras e momentos do Cristianismo português», com a orientação do Módulo III sobre «Padre Américo Aguiar – memória e herança»
    - 30 de junho, em Lisboa, Manuel Clemente proferiu a conferência de encerramento do Colóquio Internacional Ninguém sabe o que quer: a Grande Guerra e a crise dos cânones culturais portugueses, sobre «A Grande Guerra e a Igreja».

Maio

  • 1 de maio, em Minde (Leiria), David Sampaio Barbosa proferiu uma conferência sobre Os Papas e Fátima.
  • 2 de maio, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa lecionou a sessão (em conjunto com Rita Sampaio da Nóvoa), «Arquivos e identidade (comunitária, nacional, pessoal)», no âmbito do Curso Livre Compreender o Arquivo.
  • 4 de maio, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa lecionou a sessão (em conjunto com Rita Sampaio da Nóvoa), «Arquivos e novas questões historiográficas», no âmbito do Curso Livre Compreender o Arquivo.
  • 5 de maio, em Torres Vedras, Ana Maria Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Quatrocentos: a centúria que começou com a conquista de Ceuta», no âmbito da iniciativa Turres Veteras XX: história local: Torres Vedras.
  • 5 de maio, em S. Cristóvão de Lafões, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «A festa da Purificação da Virgem no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça», no âmbito do XIII Encontro Cultural de São Cristóvão de Lafões: Devoções e sensibilidades marianas: da memória de Cister ao Portugal de hoje.
  • 5 de maio, em Fátima no Consolata Museu, Margarida Rézio esteve presente na inauguração da Exposição «A minha romagem à Fátima – Padre João de Marchi», da qual é Comissária (com Gonçalo Cardoso).
  • 10 de maio, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa coapresentou as Conferências e Workshop Arquivos de comunidades, arquivos da comunidade.
  • 10 de maio, em Lisboa, António Camões Gouveia, moderou as Conferências Arquivos de comunidades, arquivos da comunidade.
  • 10 de maio, em Lisboa, Pedro Penteado proferiu uma conferência sobre «Projeto de salvaguarda dos arquivos das associações de cultura, recreio desporto: do diagnóstico à estratégia, no âmbito das Conferências Arquivos de comunidades, arquivos da comunidade
  • 17 de maio, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues participou em Mesa Redonda sobre «A diplomacia: acordo e discórdias», no âmbito da VI Jornada de Estudo do Grupo de Investigação Estudos de Corte e Diplomacia: A diplomacia na Idade Média e Moderna: linhas políticas e intervenientes.
  • 19 de maio, em Palmela, Luís Carlos Amaral apresentou uma comunicação sobre «A restauração da diocese de Lisboa (1147) no contexto da formação de uma Igreja portuguesa» no âmbito do Colóquio 1147- 1217 Da conquista de Lisboa à conquista de Alcácer: definições e dinâmicas de um território de fronteira.
  • 20 de maio, em Alcácer do Sal, Hermínia Vilar apresentou uma comunicação sobre «Em torno da fonteira de Évora» no âmbito do Colóquio 1147- 1217 Da conquista de Lisboa à conquista de Alcácer: definições e dinâmicas de um território de fronteira.
  • 20 de maio, em Alcácer do Sal, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «De Lisboa a Alcácer: os caminhos do Sul», no âmbito do Colóquio 1147- 1217 Da conquista de Lisboa à conquista de Alcácer: definições e dinâmicas de um território de fronteira.
  • 21 de maio, em Sesimbra, Maria João Violante Branco apresentou uma comunicação sobre «Estratégias régias de ocupação do território entre Lisboa e Alcácer», no âmbito do Colóquio 1147- 1217 Da conquista de Lisboa à conquista de Alcácer: definições e dinâmicas de um território de fronteira.
  • 21 de maio, em Leiria, Saul António Gomes apresentou a obra Forais de Leiria.
  • 23 de maio, em Lisboa, Tiago Pires Marques organizou o Debate “É preciso defender a identidade”: religião e neonacionalismos.
  • 24 de maio, Lisboa, Isidro Lamelas apresentou uma comunicação sobre «Desejar sem cessar… O desejo na dinâmica espiritual dos Padres da Igreja», no âmbito do Colóquio O Desejo que nos habita e move: teologia, filosofia, literatura e psicologia em diálogo.
  • 26 de maio, em Lisboa, Carlos Azevedo apresentou uma comunicação sobre «As fontes para a história de Fátima», no âmbito do colóquio Fátima, história e memória: colóquio comemorativo dos 100 Anos das Aparições de Fátima.
  • 27 de maio, em Fátima, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «Fátima, o catolicismo português e a Igreja Católica. Da Segunda Guerra Mundial ao fim da “Guerra Fria” », no âmbito do colóquio Fátima, história e memória: colóquio comemorativo dos 100 Anos das Aparições de Fátima.
  • 27 de maio, em Fátima, Bruno Cardoso Reis apresentou uma comunicação sobre «Fátima, lugar sagrado nacional e global. Do Estado Novo ao pós-25 abril », no âmbito do colóquio Fátima, história e memória: colóquio comemorativo dos 100 Anos das Aparições de Fátima.
  • 27 de maio, em Fátima, Manuel Clemente apresentou uma comunicação sobre «Fátima no contexto do catolicismo contemporâneo», no âmbito do colóquio Fátima, história e memória: colóquio comemorativo dos 100 Anos das Aparições de Fátima.
  • 27 de maio, em Aljubarrota, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Aljubarrota, pátria de todas as vitórias», no âmbito do Colóquio Internacional Batalhas fundacionais.
  • 31 de maio, no Porto, Luís Leal apresentou uma comunicação sobre «Do “Beco do Moreno” às vielas d’“O Barredo”: um retrato da pobreza em Portugal, na primeira metade do século XX», no âmbito da 3ª Edição – Colóquio Anual 2017: A Religião nas múltiplas modernidades-rede de investigadores.
  • 31 de maio, em Coimbra, José Pedro Paiva proferiu a conferência inaugural do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna, sobre «Como historiar instituições complexas?», bem como moderou a sessão “Cristãos-novos e familiares do Santo Ofício”.
  • 31 de maio, em Coimbra, Hugo Ribeiro da Silva moderou a sessão “O século XVIII religioso no Brasil” no âmbito do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna.
  • 1 de junho, no Porto, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «O “regresso do indivíduo” à História: testemunhos, biografias e arquivos pessoais», no âmbito da 3ª Edição – Colóquio Anual 2017: A Religião nas múltiplas modernidades-rede de investigadores.
  • 1 de junho, no Porto, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «Texto e Autoridade. Diversificação sociocultural e religiosa com a Sociedade Bíblica em Portugal (1804-1940)», no âmbito da 3ª Edição – Colóquio Anual 2017: A Religião nas múltiplas modernidades-rede de investigadores.
  • 1 de junho, em Coimbra, António Camões Gouveia moderou a sessão “Tribunal do Santo Ofício na Época Moderna (séc. XVI-XVII)” no âmbito do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna.
  • 1 de junho, em Coimbra, Daniel Giebels apresentou uma comunicação sobre «O tribunal de Lisboa durante o processo de estabelecimento e organização da Inquisição portuguesa (1537-1579)» no âmbito do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna.
  • 1 de junho, em Coimbra, Helena Osswald moderou a sessão “Controlo, conflito e cooperação no meio religioso (séc. XVI-XVIII)” no âmbito do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna.
  • 1 de junho, em Coimbra, António Camões Gouveia participou na Mesa Redonda sobre “A História por outros meios” no âmbito do V Encontro de Jovens Investigadores em História Moderna.

Abril

  • 6 de abril, no Porto, Saul António Gomes analisou a comunicação de Ricardo Seabra sobre «O tabelionado régio portuense quatrocentista: algumas ideias para o seu estudo», no âmbito do IX Workshop de Estudos Medievais.
  • 6 de abril, no Porto, Hermínia Vilar analisou a comunicação de Raquel Oliveira Martins sobre «Poder de Governar: instituições, ideologias e representações em Braga nos finais da Idade Média (séc. XIV e XV)», no âmbito do IX Workshop de Estudos Medievais.
  • 6 de abril, no Porto, Cristina Cunha analisou a comunicação de José Chelle Ortega sobre «Fuentes, estrutura, ámbitos y líneas de interpretación en el estúdio de las relaciones entre la iglesia y la realeza castellana (1366-1390)», no âmbito do IX Workshop de Estudos Medievais.
  • 7 de abril, no Porto, Maria João Silva analisou a comunicação de Fernando Mouta sobre «À procura de um sentido: tradições discursivas no Fundo João Martins Ferreira», no âmbito do IX Workshop de Estudos Medievais.
  • 18 de abril, no Porto, Adélio Abreu apresentou a obra da autoria de Carlos A. Moreira Azevedo, Fátima: das visões dos Pastorinhos à visão cristã. A iniciativa contou com a presença do autor.
  • 18 de abril, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa (com participação de Silvestre Lacerda) apresentou uma comunicação sobre «Desafios atuais dos arquivos em Portugal», no âmbito do Curso Livre Compreender o arquivo.
  • 19 de abril, em Lisboa, Bruno Cardoso Reis esteve presente no lançamento da obra Fátima – lugar sagrado global, da qual é coautor.
  • 19 de abril, em Lisboa, António Matos Ferreira foi um dos apresentadores da obra Fátima – lugar sagrado global, da autoria de José Eduardo Franco e Bruno Cardoso Reis.
  • 20 de abril, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «O que é a arquivística histórica?», no âmbito do Curso Livre Compreender o arquivo.
  • 20 de abril, em Lisboa, Paula Borges Santos esteve presente no lançamento do primeiro volume do Dicionário de Historia de Portugal -  o 25 de abril, do qual foi um dos coordenadores.
  • 22 de abril, em Estremoz, João Luís Fontes proferiu uma conferência sobre «Povoar, defender, enquadrar: as instituições e formas de vida religiosa na Estremoz medieval» no âmbito do Ciclo de Conferências Diálogos com a História e Património.
  • 22 de abril, em Estremoz, Maria Filomena Andrade proferiu uma conferência sobre «Isabel de Aragão: uma rainha do seu tempo» no âmbito do Ciclo de Conferências Diálogos com a História e Património.
  • 28 de abril, em Braga, José Marques foi homenageado na iniciativa Entre a História e os Arquivos: homenagem ao Professor José Marques, no âmbito da qual proferiu uma conferência.
  • 28 de abril, em Braga, José Paulo Abreu fez uma intervenção no âmbito da iniciativa Entre a História e os Arquivos: homenagem ao Professor José Marques.
  • 28 de abril, em Alcobaça, iniciou-se o Ciclo de Conferências Manuscritos de Alcobaça, com coordenação científica de Catarina Fernandes Barreira. O Ciclo decorre até 7 de julho.
  • 28 de abril, em Alcobaça, Maria João Branco proferiu uma conferência sobre «Em torno do Alc. 144. Revisitando a cultura jurídica alcobacense» no âmbito do Ciclo de Conferências Manuscritos de Alcobaça.

Março

  • 7 de março, em Lisboa, Paulo Fontes apresentou a obra Scrigni della memoria. Arquivos e fundos documentais para o estudo das relações luso-italianas, editada pela Cátedra de Estudos Sefarditas «Alberto Benveniste».
  • 11 de março, em Palmela, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Vivência de muçulmanos sob as Ordens Militares: alguns exemplos» no âmbito do 15º Curso sobre Ordens Militares: judeus e muçulmanos em terras das Ordens Militares períodos medieval e moderno.
  • 16 de março, em Lisboa, Paulo Fontes moderou a sessão «Arquivos de instituições religiosas» no âmbito do Ciclo de Seminários Arquivos & História: estado(s) da(s) arte(s).
  • 16 de março, em Lisboa, Filomena Andrade e João Luís Fontes apresentaram uma comunicação sobre «O fundo do Mosteiro de Santa Clara de Santarém: alguma observações a propósito de um trabalho de descrição arquivística» no âmbito do Ciclo de Seminários Arquivos & História: estado(s) da(s) arte(s).
  • 16 de março, em Lisboa, José António Rocha apresentou uma comunicação sobre «PAPIR-Plataforma de Arquivos Pessoais e de Instituições Religiosas» no âmbito do Ciclo de Seminários Arquivos & História: estado(s) da(s) arte(s).
  • 21 de março, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «O que é/são arquivo(s)? Definições, metodologias, teorias, literacia arquivística», no âmbito do Curso Livre Compreender o arquivo.
  • 22 de março, em Coimbra, José Pedro Paiva apresentou uma comunicação sobre «Os autos da fé inquisitoriais em Coimbra», no âmbito do Ciclo de Estudos A identidade do poder religioso: cores, símbolos, emoções.
  • 22 de março, em Coimbra, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «A procissão na cidade», no âmbito do Ciclo de Estudos A identidade do poder religioso: cores, símbolos, emoções.
  • 22 de março, em Coimbra, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «Selos e escudo de armas: símbolos identitários e do poder religioso», no âmbito do Ciclo de Estudos A identidade do poder religioso: cores, símbolos, emoções.
  • 25 de março, em Paris, Maria Cristina Cunha apresentou uma comunicação sobre «De la cathédrale à la ville. Le transfert des pratiques de l´écrit à Braga aux XIIIe et XIVe siècles» no âmbito da Journée d´Études La vie communautaire et le service à la communauté: L’exemple canonial et ses répercussions dans le monde laïc (Europe Occidentale, du XIe au XVe siècle).
  • 25 de março, em Paris, Hermínia Vasconcelos Vilar apresentou uma comunicação sobre «La vie religieuse des laïcs à partir des communautés séculières: un bilan possible poir le sud du Portugal (XIIIe-XIVe siècles)» no âmbito da Journée d´Études La vie communautaire et le service à la communauté: L’exemple canonial et ses répercussions dans le monde laïc (Europe Occidentale, du XIe au XVe siècle).
  • 29 de março, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues participou numa Mesa Redonda subordinada ao tema «Espaço e Corte», no âmbito da V Jornada do Grupo de Estudos de Corte e Diplomacia A construção das Sociedades de Corte.
  • 29 de março, no Porto, Catarina Fernandes Barreira apresentou uma comunicação sobre «Códices medievais: os livros litúrgicos de Alcobaça», no âmbito da Conferência do Instituto de Filosofia: Research Line Medieval & Early Modern Philosophy.

Fevereiro

  • 8 de fevereiro, em Lisboa, João Miguel Almeida participou no Colóquio Católicos à Esquerda.
  • 17 de fevereiro, em Évora, Hermínia Vasconcelos Vilar, presentou uma comunicação sobre «Entre a prática e a normativa: o controle do governo na legislação régia de Trezentos», no âmbito do Encontro Internacional Normativa e poder na cidade medieval.
  • 21 de fevereiro, em Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Imagens das ‘Judiarias de Itália’ em processos da Inquisição de Lisboa (séculos XVI e XVII)», no âmbito do Colóquio Internacional Os sefarditas e a modernidade: poderes, crenças e saberes.
  • 22 de fevereiro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «Comércio, circulação e segurança: os cristãos-novos em Malaca, Macau, Manila e Nagasaki (séculos XVI e XVII)», no âmbito do Colóquio Internacional Os sefarditas e a modernidade: poderes, crenças e saberes.

Janeiro

  • 23 de janeiro, em Coimbra, Maria do Rosário Morujão participou no lançamento do volume 16 da Revista de História da Sociedade e da Cultura, do qual foi coordenadora.
  • 28 de janeiro, em Milheirós de Poiares (Porto), Carlos A. Moreira Azevedo participou na sessão comemorativa do 50º aniversário da morte de D. Sebastião Soares de Resende, primeiro bispo da Beira (Moçambique).
  • 29 de janeiro, no Seminário de S. Paulo de Almada, David Sampaio Barbosa proferiu uma conferência sobre Os Papas e Fátima.


2016

Dezembro 

  • 9 de dezembro, em Bragança, Francisco Senra Coelho proferiu uma comunicação sobre «Monsenhor José de Castro e o Concílio de Trento», no âmbito do Congresso Monsenhor José de Castro: vida, obra pensamento.
  • 9 de dezembro, em Bragança, António Montes Moreira interveio na cerimónia de homenagem a Monsenhor José de Castro, no âmbito do Congresso Monsenhor José de Castro: vida, obra pensamento.
  • 9 de dezembro, em Bragança, Bruno Cardoso Reis proferiu uma comunicação sobre «Monsenhor José de Castro o outro “embaixador” junto da Santa Sé», no âmbito do Congresso Monsenhor José de Castro: vida, obra pensamento.
  • 14 de dezembro, na Universidade de Coimbra,  Daniel Giebels prestou provas de doutoramento, defendendo a tese  A Inquisição de Lisboa - No epicentro da dinâmica inquisitorial (1537-1579) e sendo aprovado, por unanimidade, com Distinção e Louvor.
  • 16 de dezembro, em Lisboa, André Marques apresentou uma comunicação sobre «Antes da composição: oposições no território portucalense dos séculos IX a XI», no âmbito do Seminário Internacional José Mattoso: oposição e composição nos 30 anos sobre a Identificação de um país.
  • 16 de dezembro, em Lisboa, Luís Carlos Amaral apresentou uma comunicação sobre «Da oposição à concertação: em torno da formação da primeira rede diocesana portuguesa (séculos XI-XII)», no âmbito do Seminário Internacional José Mattoso: oposição e composição nos 30 anos sobre a Identificação de um país.
  • 16 de dezembro, em Lisboa, Maria João Branco moderou uma sessão no âmbito do Seminário Internacional José Mattoso: oposição e composição nos 30 anos sobre a Identificação de um país.
  • 16 de dezembro, em Lisboa, João Luís Fontes moderou uma sessão no âmbito do Seminário Internacional José Mattoso: oposição e composição nos 30 anos sobre a Identificação de um país.

Novembro

  • 3 de novembro, em Tomar, Maria João Branco moderou a sessão “Para uma definição de inclusão e exclusão do Outro”, no âmbito do Colóquio Internacional Através do olhar do Outro; reflexões acerca da sociedade medieval europeia (séculos XII-XV).
  • 4 de novembro, em Braga, José Paulo Leite de Abreu proferiu uma conferência sobre «Indulgências do século XVI ao século XIX e na atualidade» no âmbito da Festa da Dedicação da Basílica de S. João de Latrão.
  • 4 de novembro, em Lisboa, Sérgio Ribeiro Pinto participou como moderador no âmbito da VII Jornada de Teologia Prática A literatura como aventura espiritual.
  • 5 de novembro, em Braga, José Paulo Leite de Abreu apresentou a obra Retábulos Relicários, da autoria de Francisco Lameira, Carlos Evaristo e José João Loureiro.
  • 5 de novembro, em Tomar, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre «Pobres ou beguinas? Os diferentes olhares sobre as experiências religiosas femininas não regulares nos finais da Idade Média», no âmbito do Colóquio Internacional Através do olhar do Outro; reflexões acerca da sociedade medieval europeia (séculos XII-XV).
  • 11 de novembro, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «The political identity of two Iberian queen consorts: contrasting Maria of Aragon (1403-1445), queen of Castile and Leonor of Aragon (1405/1408-1445), queen of Portugal», no âmbito da iniciativa Visual culture and women’s political identity in the early modern Iberian world.
  • 18 de novembro, em Lisboa, Maria João Branco esteve presente na Sessão de Abertura do Congresso Nacional Desvendar memórias: arquivos e história medieval.
  • 18 de novembro, em Lisboa, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Desvendar uma memória pouco conhecida. A documentação das Ordens Militares», no âmbito do Congresso Nacional Desvendar memórias: arquivos e história medieval.
  • 23 de novembro, em Loulé, Luis Filipe Oliveira proferiu uma palestra sobre «Da conquista do Algarve ao controle de Loulé. O papel dos monarcas e das Ordens Militares».
  • 25 de novembro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço apresentou uma comunicação sobre «O impacto da cartografia portuguesa nas representações cartográficas europeias do século XVI: o caso da Ásia Oriental e do Sueste», no âmbito da iniciativa Novas fronteiras, novas culturas: o impacto económico da Expansão Portuguesa na Europa (séculos XVI-XVII).
  • 25 de novembro, em Lisboa, Susana Bastos Mateus apresentou uma comunicação sobre «Dor, memória e esquecimento. Representações do Holocausto nos relatos de alguns escritores sefarditas», no âmbito do Colóquio Reflexões sobre o Holocausto.
  • 25 de novembro, em Lisboa, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «Compor uma Patriarcal para o Fidelíssimo», no âmbito da iniciativa A música e as artes visuais na Patriarcal de Lisboa (1716-1834).
  • 26 de novembro, em Lisboa, Ricardo Aniceto apresentou uma comunicação sobre «A extinção da Patriarcal e a criação da Sé Metropolitana Patriarcal de Lisboa», no âmbito da iniciativa A música e as artes visuais na Patriarcal de Lisboa (1716-1834).
  • 30 de novembro, em Lisboa, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «Da renovação da Fé à renovação da Arte e a renovação da Arte para a renovação da Fé: o exemplo do Movimento Renovação da Arte Religiosa» no âmbito do Colóquio Internacional Arte & Fé. Ainda no mesmo Colóquio, moderou um painel subordinado ao tema “A Fé entre o Ocidente e o Oriente”.

Outubro

  • 11 de outubro, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues participou em mesa redonda sobre «Iberian Royal Treasures: a roundtable on a comparative approach» no âmbito da III Jornada de Estudos do Grupo de Estudos de Corte e Diplomacia Medieval Princely Treasures.
  • 17 de outubro, em Lisboa, Miguel Rodrigues Lourenço, coapresentou uma comunicação sobre «Representações do Oceano Pacífico na cartografia portuguesa seiscentista, no âmbito do Colóquio Internacional Do Mar do Sul ao Oceano Asiático: apropriação real e simbólica do Pacífico, séculos XVI-XIX.
  • 19 de outubro, em Lisboa, Paula Borges Santos participou na sessão de abertura da Conferência Internacional A Europa e os refugiados: políticas e práticas.
  • 25 de outubro, em Lisboa, Paula Borges Santos esteve presente na apresentação do seu livro A segunda separação. A política religiosa no Estado Novo (1933-1974).
  • 26 de outubro, em Lisboa, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «A prática assistencial militar: o paradigma do hospital militar em tempo de guerra (séculos XVI-XIX)», no âmbito do Congresso de História das Ciências da Saúde PHÁRMAKON: do combate da enfermidade à invenção da imortalidade.
  • 27 de outubro, em Lisboa, teve início o Seminário «Perspetivas do Direito na História», coorganizado por Paula Borges Santos.
  • 27 de outubro, em Coimbra, José Marques moderou uma sessão no âmbito da iniciativa Portugal Medieval: homenagem a Maria Helena da Cruz Coelho.
  • 27 de outubro, em Coimbra, Hermínia Vilar apresentou uma comunicação sobre «Domingas Pires, uma mulher burguesa na Santarém de Trezentos», no âmbito da iniciativa Portugal Medieval: homenagem a Maria Helena da Cruz Coelho.
  • 27 de outubro, em Coimbra, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «As intitulações régias na chancelaria de Sancho I: entre a utilidade e a norma», no âmbito da iniciativa Portugal Medieval: homenagem a Maria Helena da Cruz Coelho.
  • 27 de outubro, em Lisboa, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «António Ribeiro dos Santos (1745-1818). As paisagens do reino, os poderes do rei, os saberes dos vassalos», no âmbito do Colóquio António Ribeiro dos Santos, 1745-1818: um bibliotecário, duas bibliotecas.
  • 27 de outubro, em Lisboa, Zulmira Santos apresentou uma comunicação sobre «No crepúsculo das Luzes: revisitar o pensamento de António Ribeiro dos Santos, discutindo os “conceitos” “Luzes”, “Ilustração”, “Iluminismo”», tendo também moderado uma das sessões, no âmbito do Colóquio António Ribeiro dos Santos, 1745-1818: um bibliotecário, duas bibliotecas.
  • 28 de outubro, em Coimbra, Maria do Rosário Morujão apresentou uma comunicação sobre «A validação nas catedrais portuguesas durante a Idade Média: o caso das cúrias ou audiências episcopais», no âmbito da iniciativa Portugal Medieval: homenagem a Maria Helena da Cruz Coelho.
  • 28 de outubro, em Coimbra, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «Chancelarias episcopais medievais portuguesas: os casos de Évora e da Guarda», no âmbito da iniciativa Portugal Medieval: homenagem a Maria Helena da Cruz Coelho.
  • 29 de outubro, em Coimbra, Saul Gomes moderou uma mesa redonda sobre «Tratamento dos arquivos de família das práticas setecentistas aos nossos dias» no âmbito da 2ª Sessão do Ciclo de Conferências e Debate Arquivos de famílias. Património, memória e conhecimento.
  • 29 de outubro, no Convento dos Capuchos (Caparica), António Camões Gouveia moderou as sessões “Preservar” e “Criar” no âmbito das III Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos Património(s) ontem e hoje (I): Intervir. Criar. Preservar.
  • 29 de outubro, no Convento dos Capuchos (Caparica), João Luís Fontes moderou a sessão “Intervir” no âmbito das III Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos Património(s) ontem e hoje (I): Intervir. Criar. Preservar.
  • 29 de outubro, no Mosteiro de Lorvão, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «Sancho I e o Mosteiro de Lorvão: contornos de um alegado conflito», no âmbito do Colóquio Lorvão e Alcobaça no registo de memória do mundo da UNESCO.
  • 30 de outubro, no Convento dos Capuchos (Caparica), João Luís Fontes colaborou na visita guiada aos Conventos Paulista e Arrábido de Alferrara no âmbito das III Jornadas de Estudo sobre o Convento dos Capuchos Património(s) ontem e hoje (I): Intervir. Criar. Preservar.

Setembro

  • 14 de setembro, em Lisboa, Herculano Alves apresentou uma comunicação sobre «De Jerusalém a Roma: a utopia de um cristianismo universal – o Espírito Santo na obra de Lucas», no âmbito do Congresso Internacional do Espírito Santo.
  • 14 de setembro, em Lisboa, José Paulo Leite de Abreu apresentou uma comunicação sobre «Pneumatologia e progresso do cristianismo», no âmbito do Congresso Internacional do Espírito Santo.
  • 15 de setembro, em Lisboa, Francisco Senra Coelho apresentou uma comunicação sobre «Génese e fundação do Patriarcado de Lisboa», no âmbito do Congresso Internacional do Espírito Santo.
  • 15 de setembro, em Lisboa, Carlos Moreira Azevedo apresentou uma comunicação sobre «Cultura do Espírito Santo: dar lugar carnal à utopia», no âmbito do Congresso Internacional do Espírito Santo.
  • 15 de setembro, em Lisboa, José Marques proferiu uma conferência sobre «Paróquias/freguesias: dos primórdios ao século XVI. Contributo para um contraste Norte/Sul», no âmbito do Colóquio Internacional Poderes e circunscrições civis e religiosas.
  • 21 de setembro, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa, participou na iniciativa From archives and academia to politics and pop culture: european medievalism(s) in the 19th and 20th centuries.
  • 22 de setembro, em Lisboa, Bruno Cardoso Reis moderou a sessão «A crise do Suez e os seus efeitos no terceiro mundo e na luta anticolonial» no âmbito do XXIV Curso de Verão do IHC 1956: impérios sob tensão.
  • 26 de setembro, em Viseu, José Pedro Paiva proferiu uma conferência sobre «Património cultural das Misericórdias» no âmbito da 7ª edição do Dia do Património das Misericórdias.

Julho

  • 1 de julho, na Academia Portuguesa da História, Manuel Clemente proferiu a conferência de encerramento do V Curso de Verão Quadros da História de Lisboa: freguesia de São Vicente.
  • 2 de julho, na Igreja do Real Convento de Nossa Senhora da Esperança de Vila Viçosa, Antónia Fialho Conde participou numa conferência sobre Entre a arte e a devoção. Memórias do Real Convento da Esperança de Vila Viçosa.
  • 4 a 6 de julho, em Lisboa, André Campo Silva, Cátia Tuna e Luís Leal apresentaram posters sobre os seus projetos de doutoramento no âmbito da iniciativa Ciência 2016 - Encontro com a Ciência e a Tecnologia em Portugal.
  • 5 de julho, em Lisboa, António Matos Ferreira participou na Sessão Paralela “Europa e desafios do futuro” no âmbito da iniciativa Ciência 2016 – Encontro com a Ciência e a Tecnologia em Portugal.
  • 6 de julho, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa participou na Sessão Paralela “Memória e Património” no âmbito da iniciativa Ciência 2016 – Encontro com a Ciência e a Tecnologia em Portugal.
  • 7 de julho, em Lisboa, Susana Mateus apresentou uma conferência sobre «Escritos no Ghetto. Livros e saberes dos judeus portugueses de Veneza (séculos XVI e XVII)» no âmbito do 6º Ciclo de Conferências Relações Luso-Italianas Homo est minor mundus. Construção de saberes luso-italianos na Época Moderna.
  • 8 de julho, em Torres Vedras, Mário Sérgio Farelo apresentou uma comunicação sobre «As hierarquias da Igreja: dos espaços das estruturas e dos homens», no âmbito da iniciativa 10ª edição Sopas de Pedra A Igreja.
  • 13 de julho, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Relações familiares e diplomáticas entre Portugal e Aragão no reina do Afono V, o Magnânimo (1416-1458)», no âmbito do Colóquio Internacional Corte e diplomacia na Península Ibérica (séculos XIII-XVIII).
  • 13 de julho, em Lisboa, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «D. Francisco Manuel de Melo (1608-1666). Relator de práticas e escritor de tratados para a corte (1638, 1650-53)», no âmbito do Colóquio Internacional Corte e diplomacia na Península Ibérica (séculos XIII-XVIII).
  • 13 de julho, em Lisboa, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «O poder político durante o reinado de D. Maria I: relações clientelares e diplomáticas na governação da primeira rainha governante de Portugal», no âmbito do Colóquio Internacional Corte e diplomacia na Península Ibérica (séculos XIII-XVIII).
  • 14 de julho, em Fátima, Bruno Cardoso Reis, participou na 1ª Edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima sobre Introdução ao fenómeno de Fátima, com intervenções sobre «Fátima, o catolicismo global e o “regresso de Deus” às relações internacionais» e «O contexto histórico de 1917: o país e o mundo ao tempo das aparições».
  • 23 de julho, na Sociedade de Geografia de Lisboa, Maria Filomena Andrade coordenou o Painel “Livros, Bibliotecas e Historiografia” no âmbito do Congresso Internacional Os Trinitários e os Mercedários no mundo luso-hispânico: história, arte e património.
  • 23 de julho, em Viseu, José Pedro Paiva esteve presente na apresentação da História de Diocese de Viseu, obra em 3 volumes e da qual é o coordenador científico.
  • 29 de julho, em Felgueiras, Manuel Clemente proferiu uma conferência sobre «Padre Sena Freitas, uma grande figura da Igreja que também esteve em Felgueiras».

Junho

  • 1 de junho, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Nascer», no âmbito da iniciativa Ciclos de vida na Idade Média.
  • 4 de junho em Lisboa, Isidro Lamelas participou no Simpósio Internacional Antoniano Exulta Lusitania Felix: Santo António 70 anos Doutor da Igreja.
  • 4 de junho, em Lisboa, Manuel Clemente participou na sessão de encerramento do Simpósio Internacional Antoniano Exulta Lusitania Felix: Santo António 70 anos Doutor da Igreja.
  • 4 de junho, em Fátima, Pio Alves de Sousa presidiu à 12ª Jornada Nacional da Pastoral da Cultura.
  • 7 e 8 de junho, em Lisboa, Tiago Pires Marques participou na coordenação e organização do Colóquio A religião nas múltiplas modernidades – rede de investigadores.
  • 8 de junho, em Lisboa, Cátia Tuna apresentou uma comunicação sobre «Há modernidade na “religiosidade popular”?: resposta a partir das letras de fado da década de 1930» no âmbito do Colóquio A religião nas múltiplas modernidades – rede de investigadores.
  • 8 de junho, em Lisboa, Paulo Fontes apresentou uma comunicação sobre «O movimento católico em Portugal na “era secular”» no âmbito do Colóquio A religião nas múltiplas modernidades – rede de investigadores, tendo também participado na coordenação e organização do Colóquio.
  • 8 de junho, em Lisboa, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «Portugal nos arquivos da Sociedade Bíblica britânica e estrangeira (1804-1940)» no âmbito do Colóquio A religião nas múltiplas modernidades – rede de investigadores.
  • 8 de junho, em Lisboa, Hugo Gonçalves Dores apresentou uma comunicação sobre «Missões religiosas e as dinâmicas imperiais de Portugal em África (sécs. XIX-XX): percursos de investigação» no âmbito do Colóquio A religião nas múltiplas modernidades – rede de investigadores.
  • 11 de junho, no Porto, Carlos A. Moreira Azevedo proferiu uma conferência sobre «A Igreja e o poder político em Portugal no século XVIII, abordando a carta dogmático-política contra a Inquisição, do congregado portuense, Padre João Moutinho, em 1755».
  • 18 de junho, em Caxias, João Luís Fontes apresentou uma sessão sobre «Lóios (Quinta do Salles) e Gracianos (Quinta de Nossa Senhora da Graça)» no âmbito do Curso Livre História das ordens religiosas de Oeiras – cultura, arte e património.
  • 18 de junho, em Mértola, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Da arqueologia à história: as tercenas de Faro», no âmbito da iniciativa Encontro com a História.
  • 20 de junho, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa participou numa mesa-redonda sobre Conservação documental vs acesso aos arquivos: um debate entre investigadores e arquivistas.
  • 20 de junho em Lisboa, António Camões Gouveia participou na Jornada Questões do barroco ibérico. Arquitetura, literatura e sociedade.
  • 22 de junho em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues participou na Jornada de Estudo Rainhas de tempos remotos.
  • 25 de junho, em Vila Nova de Gaia, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «Miguel Augusto Bombarda: uma figura incontornável da política e medicina portuguesa» no âmbito do 1º Colóquio “Saudade Perpétua”.
  • 29 de junho, em Lisboa, Ana Maria S. A. Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Morrer», no âmbito da iniciativa Ciclos de vida na Idade Média.

Maio

  • 4 de maio, no Porto, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «O progresso da psiquiatria no dealbar do séc. XIX: os novos modelos assistenciais na conjuntura ibérica» no âmbito do XXIX Symposio de la Sociedad Española de Historia da Psicologia.
  • 5 de maio, em Lisboa, foi apresentada a obra da autoria de Carlos A. Moreira Azevedo, Estudos de Iconografia Cristã.
  • 6 de maio, no Mosteiro de S. Cristóvão de Lafões, Maria de Lurdes Correia Fernandes apresentou uma comunicação sobre «Mosteiros, conventos e devoções nas Beiras, entre os finais da Idade Média e o século XVII» no âmbito do XII Encontro Cultural S. Cristóvão de Lafões De Cister a outros espaços e caminhos: as Beiras e as suas expressões histórico-culturais.
  • 6 e 7 de maio, no Mosteiro de S. Cristóvão de Lafões, Helena Osswald e Luís Carlos Amaral integraram a comissão científica do XII Encontro Cultural S. Cristóvão de Lafões De Cister a outros espaços e caminhos: as Beiras e as suas expressões histórico-culturais.
  • 7 de maio, em vários locais, João Alves da Cunha foi um dos orientadores da iniciativa Itinerário de Arquitetura Religiosa Moderna.
  • 12 de maio, em Lisboa, Paula Borges Santos apresentou uma comunicação sobre «José João Gonçalves Proença e o corporativismo» no âmbito do VII Seminário de História e Cultura Política: Organicismos e Política.
  • 27 de maio, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou a sessão «Conexiones y/o contradicciones en la sociedad global, modelos de organización familiar» no âmbito do Colóquio Cambios globales, relaciones familiares e indivíduos. Itinerarios reciuentes d investigación (Europa e Ibero-América. Siglos XVI-XXI).
  • 28 de maio, em Palmela, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «O papel das ordens militares e a construção da legitimidade: D. Sancho I», no âmbito do 14º Curso sobre Ordens Militares «A monarquia portuguesa e as ordens militares (I Dinastia)».
  • 28 de maio, em Palmela, Bernardo Sá-Nogueira apresentou uma comunicação sobre «A nacionalização dionisina», no âmbito do 14º Curso sobre Ordens Militares «A monarquia portuguesa e as ordens militares (I Dinastia)».
  • 28 de maio, em Palmela, Hermínia Vilar apresentou uma comunicação sobre «D. Fernando e as ordens militares no palco peninsular: entre a guerra e a incorporação», no âmbito do 14º Curso sobre Ordens Militares «A monarquia portuguesa e as ordens militares (I Dinastia)».
  • 28 de maio, em Palmela, foi lançada a obra Comendas urbanas das ordens militares, coordenada por Luís Filipe Oliveira.
  • 30 de maio, em Coimbra, Pedro Penteado participou na sessão de abertura das 1as Jornadas «Archyvos fora da caixa».

Abril

  • 7 de abril, em Coimbra, Manuel Clemente proferiu uma comunicação sobre «Desafios da Laudato Sí de Francisco á Universidade», no âmbito da iniciativa Diálogos na Joanina [Biblioteca Joanina, Universidade de Coimbra].
  • 16 de abril, em Beja, David Sampaio Barbosa apresentou a obra Dom José do Patrocínio Dias: o homem, o militar e o bispo restaurador da diocese de Beja, da autoria de Luís Miguel Taborda Fernandes.
  • 28 e 29 de abril, em Lisboa, Isidro Lamelas organizou uma exposição bibliográfica no âmbito do Seminário de Investigação Noções de sentido: em torno de Joaquim Cerqueira Gonçalves.
  • 29 de abril, na UCP-Lisboa, Manuel Clemente apresentou uma comunicação sobre «O papel da família como fator promotor da saúde mental» no âmbito do I Encontro de Psiquiatria e Saúde Mental.

Março

  • 3 de março, em Lisboa, Manuel Clemente participou na sessão de apresentação da obra Clavis bibliothecarum: catálogos e inventários de livrarias de instituições religiosas em Portugal até 1834.
  • 4 de março, em Torres Vedras, Manuel Clemente apresentou uma comunicação sobre «Maria – Mãe da Igreja», no âmbito da iniciativa 10ª Edição Sopas de Pedra: a Igreja.
  • 9 de março, em Lisboa, António Matos Ferreira participou no debate Violência religiosa e violência com nome de religião.
  • 9 de março, em Lisboa, Tiago Pires Marques moderou o debate Violência religiosa e violência com nome de religião.
  • 10 de março, em Lisboa, Paulo Fontes participou na sessão de abertura e moderou a conferência inaugural do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 10 de março, em Lisboa, Maria Filomena Andrade participou na sessão de abertura do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média, bem como proferiu uma comunicação sobre «Nas origens da reforma coletina em Portugal: o mosteiro de Jesus de Setúbal».
  • 10 de março, em Lisboa, Maria João Branco moderou uma sessão do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Saul António Gomes moderou uma sessão do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Zulmira Santos apresentou uma comunicação sobre «Leituras femininas da Bíblia: um programa de renovação» no âmbito do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues moderou uma sessão do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Em torno dos conventos das ordens: as mulheres e a Ordem do Hospital» no âmbito do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, António Camões Gouveia moderou uma sessão do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa apresentou uma comunicação sobre «Liminalidade, carisma, pureza: conceitos antropológicos para a interpretação da comportamentos religiosos radiais na Idade Média», no âmbito do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, João Luís Fontes apresentou uma comunicação sobre «O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média. Linhas de força e interrogações a partir de um projeto de investigação» no âmbito do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, Hermínia Vasconcelos Vilar moderou uma sessão do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 11 de março, em Lisboa, António Matos Ferreira elaborou os comentários finais do Colóquio Internacional O deserto na cidade: experiências religiosas femininas nos finais da Idade Média.
  • 16 de março, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «A casa das rainhas medievais peninsulares como objeto de estudo» e participou na Mesa Redonda sobre «Em torno dos tesouros régios (séculos XIII-XV): problemáticas sobre a sua composição, função e valor» no âmbito da Jornada de Estudo Rainhas consortes e suas casas da Idade Média à Idade Moderna.
  • 18 de março, Lisboa, Cristina Cunha, proferiu uma conferência sobre «O tempo de Ceuta [IX]: o escrever e o guardar memória» no âmbito do Ciclo de Conferências As décadas de Ceuta (1385-1460).
  • 18 de março, em Torres Vedras, Ana Maria Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «A colegiada de Santa Maria de Torres Vedras», no âmbito da iniciativa 10ª Edição Sopas de Pedra: a Igreja.
  • 22 de março, no Porto, Saul António Gomes e Pio Alves participaram na sessão de apresentação da obra Clavis bibliothecarum: catálogos e inventários de livrarias de instituições religiosas em Portugal até 1834.
  • 28 de março, em Lisboa, Carlos A. Moreira Azevedo proferiu uma conferência sobre «O lugar social e político das religiões na atualidade», que constituiu a conferência inaugural da Pós-Graduação em Religiões, Políticas e Doutrinas Sociais da Universidade Lusófona.
  • 31 de março, em Lisboa, Miguel Lourenço proferiu uma comunicação sobre «As embaixadas de São Francisco Xavier ao Imperador do Japão: a Companhia de Jesus perante o deteriorar das relações luso-nipónicas (1633-1639)», no âmbito do Workshop Nas fronteiras do “Estado da Índia”: guerra e diplomacia (séculos XVI-XIX).

Fevereiro

  • António Camões Gouveia é o Comissário da exposição Portugal em descoberta: ideias, objetos, novidades, modas, patente no Padrão dos Descobrimentos de 23 de janeiro a 25 de abril.
  • 2 de fevereiro, em Lisboa, Maria de Lurdes Rosa coapresentou a obra História e Património da Edição: a Romano Torres, da autoria de Daniel Melo.
  • 18 de fevereiro, em Coimbra, José Pedro Paiva esteve presente na sessão de encerramento do Congresso Europa, Atlântico, Mundo, Mobilidades, Crises, Dinâmicas Culturais: pensar com Maria Manuela Tavares Ribeiro.
  • 26 de fevereiro, em Lisboa, João Alves da Cunha apresentou a obra Igrejas do século XX: arquitecturas na região de Lisboa, da autoria de José Manuel Fernandes.

Janeiro

  • 8 de janeiro, em Lisboa, Hermínia Vasconcelos Vilar apresentou uma comunicação sobre «O tempo de Ceuta (IV): Os grupos sociais – O clero. I. Prelados e clero diocesano», no âmbito do Ciclo Temático de Conferências As décadas de Ceuta (1385-1460).
  • 8 de janeiro, em Lisboa, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «O tempo de Ceuta (IV): Os grupos sociais – O clero. II. O clero regular», no âmbito do Ciclo Temático de Conferências As décadas de Ceuta (1385-1460).
  • 8 de janeiro, em Coimbra, Zulmira S. Santos, apresentou uma comunicação sobre «Para a escrita da evangelização: Vieira e o Maranhão na crónica de João Pedro Bettendorf», no âmbito do Simpósio Internacional Revisitar Vieira no século XXI.
  • 8 de janeiro, em Coimbra, José Pedro Paiva presidiu à Mesa da Sessão Plenária «Grandes temas e problemas da oratória vieirina», no âmbito do Simpósio Internacional Revisitar Vieira no século XXI.
  • 16 de janeiro a 28 de fevereiro, em Fátima, Margarida Rézio comissariou a Exposição «A seara dos pobres na casa das sementes» sobre a vida e obra da venerável Madre Maria Isabel da Santíssima Trindade, fundadora da Congregação das Irmãs Concepcionistas ao Serviço dos Pobres, patente no Museu da Consolata de Arte Sacra e Etnologia.
  • 28 de janeiro, em Lisboa, teve lugar a apresentação pública da obra coeditada por Maria de Lurdes Rosa, Rethinking the archive in pre-modern Europe: family archives and their inventories from the 15th to the 19th century.
  • 29 de janeiro, em Aveiro, Paulo Fontes participou na sessão de abertura e moderou um painel de comunicações, no âmbito das Jornadas de História Os Dominicanos em Portugal (2016-2016): História. Memória. Património.
  • 29 e 30 de janeiro, em Aveiro, António Camões Gouveia participou nas sessões de abertura e encerramento, bem como moderou um painel sobre “Percursos de Investigação”, no âmbito das Jornadas de História Os Dominicanos em Portugal (2016-2016): História. Memória. Património, das quais foi também o coordenador.

   


2015


Dezembro

  • 9 de dezembro, em Coimbra, José Pedro Paiva apresentou uma comunicação sobre «D. Jerónimo de Osório e a Inquisição», no âmbito da iniciativa O Humanismo português e europeu: no 5º centenário do Cicero Lusitanus, Jerónimo Osório (1515-1580), organizada pelo Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra e Centro de Estudos Clássicos da Universidade de Lisboa.
  • 10 de dezembro, em Lisboa, Maria Filomena Andrade apresentou uma comunicação sobre «As clarissas na cidade no século XIV: nobreza e poder» no âmbito do Colóquio Internacional Conflito politico: lucha y cooperación: ciudad e nobleza en Portugal y Castilla en la Baja Edad Media.
  • 10 de dezembro, em Lisboa, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «As ordens militares e as elites urbanas portuguesas (XIV-XV)» no âmbito do Colóquio Internacional Conflito politico: lucha y cooperación: ciudad e nobleza en Portugal y Castilla en la Baja Edad Media.
  • 18 de dezembro, no Porto, Manuel Clemente interveio num debate sobre «Religião e Portugal», no âmbito do ciclo de debates Palavras no tempo, coordenado por João Paiva, em parceria com a Universidade do Porto, Universidade Católica Portuguesa e Centro Nacional de Cultura.
  • 19 de dezembro, no Centro Cultural de Cascais, David Sampaio Barbosa proferiu uma conferência sobre «O Liberalismo e as consequências político-eclesiásticas», no âmbito do ciclo de conferências sobre o rei D. Luís.
Novembro
  • 3 de novembro, em Lisboa, Ana Maria Jorge apresentou uma comunicação sobre «A Igreja como espaço de misericórdia» no âmbito do Ciclo de Conferências Bem-aventurados os misericordiosos.
  • 3 de novembro, em Lisboa, Maria Filomena Andrade participou na sessão de abertura do Colóquio Internacional A Bíblia medieval - do Românico ao Gótico (séculos XII-XIII): textos e imagens, produção e usos.
  • 3 de novembro, em Lisboa, Paulo Fontes moderou uma mesa-redonda no âmbito do Colóquio Internacional A Bíblia medieval - do Românico ao Gótico (séculos XII-XIII): textos e imagens, produção e usos.
  • 4 de novembro, em Lisboa, Rita Mendonça Leite apresentou uma comunicação sobre «Um projeto de universalização dos textos bíblicos - a Sociedade Bíblica em Portugal no séc. XIX» no âmbito do Colóquio Internacional A Bíblia medieval - do Românico ao Gótico (séculos XII-XIII): textos e imagens, produção e usos.
  • 4 de novembro, em Lisboa, Alfredo Teixeira apresentou uma comunicação sobre O sagrado portátil - perspetivas antropológicas», no âmbito do Colóquio Internacional A Bíblia medieval - do Românico ao Gótico (séculos XII-XIII): textos e imagens, produção e usos.
  • 6 de novembro, em Beja, Arlindo Magalhães apresentou uma comunicação sobre «O Caminho Português do Norte» no âmbito da iniciativa Novas perspetivas do Caminho de Santiago em Portugal e Espanha.
  • 10 de novembro, em Lisboa, Paula Borges Santos foi um dos membros da coordenação científica do Seminário Internacional Constitucionalismo e conflito político: os momentos constituintes em Portugal e no Brasil (1822-1988), tendo ainda apresentado uma comunicação sobre «Outros pulsares do Estado autoritário: os projetos constitucionais derrotados na Assembleia Nacional (1935-1971)».
  • 10 de novembro, em Lisboa, João Alves da Cunha lançou a obra da sua autoria MRAR Movimento de Renovação da Arte Religiosa: os anos de ouro da arquitetura religiosa em Portugal no século XX.
  • 10 de novembro, em Lisboa, Susana Mateus coapresentou uma comunicação sobre «O arquivo da corporação dos músicos de Lisboa: uma fonte preciosa para o estudo da presença italiana em Portugal nos séculos XVIII e XIX», no âmbito do 5º Ciclo de Conferências Relações Luso-Italianas na Época Medieval e Moderna.
  • 10 de novembro, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre « O paradigma da arquitetura assistencial na edificação do primeiro hospital para alienados em Portugal» no âmbito do Colóquio Internacional Arquitetura Assistencial luso-brasileira da Idade Moderna à Contemporaneidade.
  • 12 de novembro, em Santiago de Compostela, André Evangelista Marques apresentou uma comunicação sobre «El corpus judicial ibérico [antes de 1100]: ¿una visión regional? Portugal» no âmbito do Congreso Internacional PRJ Procesos Judiciales en las sociedades altomedievales: un estudio comparativo en la Europa Occidental (siglos X-XI).
  • 13 de novembro, em Santiago de Compostela, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «Autoridad judicial y autoridades judiciales: resolución de disputas y judicialización de la vida en la diócesis de Coimbra (desde mediados del siglo X a principios del XIII)», no âmbito do Congreso Internacional PRJ Procesos Judiciales en las sociedades altomedievales: un estudio comparativo en la Europa Occidental (siglos X-XI).
  • 13 de novembro, em Lisboa, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «O Arquivo Municipal de Lisboa: uma janela para o conhecimento da cidade medieval», no âmbito do Workshop Lisboa medieval: arquivo e história.
  • 13 de novembro, em Montpellier-França, Maria Luísa Jacquinet apresentou uma comunicação sobre «Entre écriture épistolaire, biographie et hagiographie: le cas de Soeur Maria Joana (1712-1754), religieuse du Monastère du Louriçal», no âmbito das Jornadas Ecrire sous la contrainte: mystiques, contemplatifs et le spectre du juge. Pratiques et stratégies de discours.
  • 13 de novembro, em Princeton-E.U.A., Maria de Lurdes Rosa coorganizou a iniciativa Noble houses and their archives in a comparative perspective: Portugal-Spain-France 14th-19th centuries, e apresentou ainda uma comunicação sobre «Noble houses and their archives, Portugal, 15th-19th centuries: new data, new questions».
  • 13 de novembro, em Seia, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «O cômputo do tempo em Tempos Medievais» no âmbito das XVIII Jornadas Históricas Os Tempos e as Distâncias tudo tão perto, tudo tão longe.
  • 14 de novembro, em Alcobaça, Saul António Gomes apresentou uma comunicação sobre «A reforma manuelina dos forais nos coutos de Alcobaça» no âmbito do Colóquio IX Centenário da Abadia de Claraval.
  • 17 de novembro, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre « As estratégias matrimoniais entre as Monarquias Ibéricas durante o reinado de D. Maria I» no âmbito do Seminário Culturas e Discursos en las manarquías ibéricas en el tránsito del Antigo Régimen al liberalismo.

Outubro

  • 2 de outubro, em Lisboa, António Camões Gouveia apresentou uma comunicação sobre «O ensino da História», no âmbito do Colóquio Poder, mitos e memórias na sociedade medieval.
  • 2 de outubro em Lisboa, Maria João Branco apresentou a obra Inquirir na Idade Média: espaços, protagonistas e poderes (séculos XII-XIV) - tributo a Luís Krus.
  • 8 de outubro, em Almada, Inês Amorim interveio numa mesa redonda sobre «O mar como património cultural e natural: temas e problemas» no âmbito do Congresso O mar como património cultural e natural.
  • 14 de outubro, em Palmela, Bernardo Sá Nogueira apresentou uma comunicação sobre «Documentos para a história das Ordens Militares no Arquivo da Casa do Duque de Cadaval (séculos XVII-XVIII)», no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 16 de outubro, em Lisboa, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «A memória de Aljubarrota e de Ceuta na composição do ideário político da dinastia de Avis», no âmbito do Colóquio Entre Aljubarrota e Ceuta: 1385-1415: dados históricos e arqueológicos recentes.
  • 16 de outubro, em Palmela, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «Reflexões introdutórias» relativamente ao Painel "As Ordens Militares e o serviço à Coroa", no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 16 de outubro, em Palmela, Maria João Branco apresentou uma comunicação sobre «Colaboração ou conflito? Sancho I e as Ordens Militares num reino em formação», no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 17 de outubro, em Palmela, Saul Gomes apresentou uma comunicação sobre «Os últimos mestres provinciais do Templo em Portugal», no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 17 de outubro, em Palmela, Mário Farelo apresentou uma comunicação sobre «Les enquêtes ordonnées para Denis 1er sur les biens des Templiers et les processes de récupération de juridictions par la Couronne portugaise au début du XIVe siècle», no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 17 de outubro, em Palmela, Luís Filipe Oliveira apresentou uma comunicação sobre «A ordem do Templo em Portugal: um estado da questão historiográfica», no âmbito do VII Encontro Internacional sobre Ordens Militares Entre Deus e o Rei: o mundo das Ordens Militares.
  • 20 de outubro, no Paço Episcopal do Porto, Saul António Gomes apresentou o 1º número especial da Revista Invenire. Revista de Bens Culturais da Igreja sobre «Fiat Lux: estudos sobre manuscritos iluminados em Portugal».
  • 20 de outubro, no Paço Episcopal do Porto, D. Pio Alves participou numa mesa redonda no âmbito da sessão de apresentação do 1º número especial da Revista Invenire. Revista de Bens Culturais da Igreja sobre «Fiat Lux: estudos sobre manuscritos iluminados em Portugal».
  • 21 de outubro, em Lisboa na Academia Portuguesa de Historia, Ana Maria Rodrigues proferiu uma conferência sobre Velhos e novos problemas em torno das rainhas medievais de Portugal.
  • 23 de outubro, na UCP-Lisboa, João Alves da Cunha apresentou uma comunicação sobre «Silêncio: artes de fazer», no âmbito da VI Jornada de Teologia Prática: Elogio do Silêncio.
  • 23 de outubro, em Lisboa, Luís Filipe Thomaz proferiu a Comunicação de Abertura sobre «Ceuta, 1415: o começo de quê?», no âmbito do Congresso Anual APH 1415: de Ceuta para o mundo. O I ciclo imperial.
  • 23 de outubro, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues proferiu uma comunicação sobre «A propósito da conquista de Ceuta: guerra e género na Idade Média», no âmbito do Congresso Anual APH 1415: de Ceuta para o mundo. O I ciclo imperial.
  • 23 de outubro, no Convento dos Capuchos da Caparica, Cátia Tuna proferiu uma comunicação sobre «Fado e espiritualidade em Amália Rodrigues e Maria Teresa de Noronha», no âmbito das II Jornadas de Estudo do Convento dos Capuchos da Caparica: Contemplar os sentidos e os caminhos da interioridade.
  • 24 de outubro, no Convento dos Capuchos da Caparica, Maria de Lurdes Correia Fernandes proferiu uma comunicação sobre «Os capuchos em tempos de reformas e de (re)leituras espirituais», no âmbito das II Jornadas de Estudo do Convento dos Capuchos da Caparica: Contemplar os sentidos e os caminhos da interioridade.
  • 24 de outubro, no Convento dos Capuchos da Caparica, João Luís Fontes proferiu uma comunicação sobre «A reforma arrábida», no âmbito das II Jornadas de Estudo do Convento dos Capuchos da Caparica: Contemplar os sentidos e os caminhos da interioridade.
  • 24 de outubro, no Convento dos Capuchos da Caparica, António Camões Gouveia proferiu uma comunicação sobre «Livros para ensinar o espiritual. O caso do pequeno Tratado de la oración y meditación (1533) de San Pedro de Alcántara (1499-1562)», no âmbito das II Jornadas de Estudo do Convento dos Capuchos da Caparica: Contemplar os sentidos e os caminhos da interioridade.
  • 24 de outubro, no Convento dos Capuchos da Caparica, Ana Assis Pacheco proferiu uma comunicação sobre «A arquitetura capucha: a Arrábida, Sintra e a Caparica», no âmbito das II Jornadas de Estudo do Convento dos Capuchos da Caparica: Contemplar os sentidos e os caminhos da interioridade.
  • 26 de outubro, em Lisboa, Filomena Andrade proferiu uma conferência sobre «Isabel de Aragão: uma rainha exemplar», no âmbito do Ciclo de Conferências Amor e política na realeza.
  • 28 de outubro, em Lisboa, Ana Maria Rodrigues apresentou uma comunicação sobre «Rainhas de Portugal... e do Algarve? A intitulação das esposas dos monarcas portugueses durante da Idade Média», no âmbito do Colóquio Luso-Brasileiro Raízes medievais do Brasil moderno: do Reino de Portugal ao Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.
  • 28 de outubro, em Coimbra, Inês Amorim apresentou o número 14 da Revista de História da Sociedade e da Cultura, publicação do Centro de História da Sociedade e da Cultura da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
  • 29 de outubro, no Museu da Farmácia, Ana Catarina Necho apresentou uma comunicação sobre «Entre o mito e a realidade da Desordem: A imagética do louco como ser possuído pelo demónio», no âmbito de uma iniciativa organizada pela PAEHI - Associação Portuguesa para os Estudos Interdisciplinares.

setembro

  • 18 de setembro, em S. Bento de Cástris, António Camões Gouveia moderou a Sessão "Do som e da luz: materializações", no âmbito da III Residência Cisterciense «Vida privada, quotidianos e cultura material».
  • 18 de setembro, em S. Bento de Cástris, Antónia Fialho Conde moderou a Sessão "Cultura material e produção cultural em ambiente monástico", no âmbito da III Residência Cisterciense «Vida privada, quotidianos e cultura material».
  • 18 de setembro, em S. Bento de Cástris, Antónia Fialho Conde, em conjunto com Catarina Miguel, Cristina Dias, Teresa Ferreira, Ana Claro e António Candeias apresentou uma comunicação sobre «Dois códices, um mesmo olhar - estudo comparativo dos materiais e técnicas de produção das iluminuras de dois manuscritos pertencentes à Biblioteca Pública de Évora» no âmbito da III Residência Cisterciense «Vida privada, quotidianos e cultura material».
  • 19 de setembro, em S. Bento de Cástris, Antónia Fialho Conde, em conjunto com Margarida Lalanda apresentou uma comunicação sobre «Vida monástica feminina e expressões de criatividade e cultura em Évora no período pós-tridentino» no âmbito da III Residência Cisterciense «Vida privada, quotidianos e cultura material».
  • 21 de setembro, em Lisboa, Paula Borges Santos proferiu uma comunicação sobre «A organização parlamentar na Europa do Sul (1926-1976)» no âmbito do Seminário de Investigadores FCT e Pós-Doc's.
  • 22 de setembro, em Lisboa, Cristina Cunha moderou uma sessão no âmbito da Second International Meeting of the DeGRUPE Project The medieval monarchy and its legitimating strategies: the role of ecclesiastics, scholars and jurists (12th-15th centuries).
  • 22 de setembro, em Lisboa, Maria João Branco proferiu uma comunicação sobre «Legitimizing the Portuguese Kingdom through conflict: the first Portuguese Kings and the Church (1128-1248)», no âmbito da Second International Meeting of the DeGRUPE Project The medieval monarchy and its legitimating strategies: the role of ecclesiastics, scholars and jurists (12th-15th centuries).
  • 22 de setembro, em Lisboa, Hermínia Vilar proferiu uma comunicação sobre «Conflict and legitimacy in times of dynastic change (1378-1385)», no âmbito da Second International Meeting of the DeGRUPE Project The medieval monarchy and its legitimating strategies: the role of ecclesiastics, scholars and jurists (12th-15th centuries).
  • 22 de setembro, em Lisboa, Saul A. Gomes proferiu uma comunicação sobre «Église et pouvoir du roi au Moyen Âge au Portugal», no âmbito da Second International Meeting of the DeGRUPE Project The medieval monarchy and its legitimating strategies: the role of ecclesiastics, scholars and jurists (12th-15th centuries).
  • 26 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Saul António Gomes proferiu uma comunicação sobre «Batalha, labirinto medievo de memórias», no âmbito do Colóquio Batalha lugar de memória da Dinastia de Avis; à procura de uma visão integrada do monumento e das suas imagens.
  • 26 de setembro, no Mosteiro da Batalha, Saul António Gomes moderou uma sessão sobre «O Mosteiro da Batalha como lugar de memória nas épocas moderna e contemporânea», no âmbito do Colóquio Batalha lugar de memória da Dinastia de Avis; à procura de uma visão integrada do monumento e das suas imagens.



| Voltar |


Topo
Logotipo Acessibilidades

Centro de Estudos de História Religiosa
Tel.: (+351) 217 214 130
E-mail: cehr@ft.lisboa.ucp.pt
Web: www.cehr.ft.lisboa.ucp.pt

Universidade Católica Portuguesa > Lisboa > Porto > Braga > Viseu
Página Inicial